Como os novos chips AMD Ryzen 7 se saem na disputa contra os Intel Core i7?

Por Rafael Romer | 22 de Fevereiro de 2017 às 11h10

De São Francisco, Califórnia*

A nova linha de processadores Ryzen 7 é a promessa da fabricante norte-americana AMD para um novo embate direto com a rival Intel pelo mercado de PCs de alto desempenho.

Os três processadores da família só chegam oficialmente às lojas na próxima quinta-feira (2), mas a companhia já antecipou os primeiros testes de benchmark de seus chips durante a apresentação oficial da linha em São Francisco, na Califórnia, para comprovar que vem bem armada para enfrentar a concorrência.

Os dados apresentados desta vez foram do teste Cinebench R15 nT, uma ferramenta conhecida para testes multiplataforma de performance de chips. E, por enquanto, podemos dizer que os resultados prévio são bastante interessantes.

Começando pelo Ryzen 7 1800X, flagship da linha com oito núcleos, 16 threads e clock base de 3.6 GHz, o resultado mostrou uma pontuação de 1.601, 9% superior ao processador competidor equivalente, Intel Core i7 6900K, que fez 1.474 pontos.

A comparação entre os processadores Ryzen 7 1800X e Core i7 6900K (foto: Rafael Romer/Canaltech)

O chip intermediário da família, Ryzen 7 1700X, foi o que registrou o resultado mais equilibrado quando comparado ao rival Intel Core i7 6900K – pontuando 1.537 no Cinebench R15 nT, valor 4% superior aos 1.474 do chip Intel.

Ryzen 7 1700X vs. Core i7 6900K

A maior diferença entre os resultados de benchmark, no entanto, fica por conta do chip de entrada da linha de alta performance, Ryzen 7 1700, que registrou uma performance 46% maior no teste, contabilizando 1.410 pontos contra 967 do Intel Core i7 7700K.

Ryzen 7 1700 vs. Core i7 7700K

É claro, apesar de vindos de uma ferramenta conhecida de benchmark, é válido destacar que a verdadeira prova de fogo dos novos chips só virá a partir da semana que vem, quando os processadores chegam ao mercado e começam a ser rodados por usuários no dia-a-dia - longe de cenários controlados. Então, algum ceticismo é bem-vindo ao encarar esses primeiros valores revelados.

Ainda assim, parece um bom começo para a briga para qual a AMD se prepara.

*o jornalista viajou à São Francisco a convite da AMD

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.