China se mantém no topo do ranking de supercomputadores com o Tianhe-2

Por Redação | 15.07.2015 às 14:24 - atualizado em 15.07.2015 às 17:44

Semestralmente, a organização Top500.org compila uma lista com os supercomputadores mais potentes do mundo. No último levantamento, divulgado nesta segunda-feira (13), a China ocupou de longe e pela quinta vez consecutiva a primeira posição do ranking com seu computador Tianhe-2, cujo poder de processamento é quase o dobro do segundo colocado. Sendo capaz de realizar até 33,86 petaflops/s, o Tianhe-2 fica localizado nas instalações do National Supercomputer Center na cidade de Guangzhou (Cantão) e lidera essa lista desde 2013. Seu nome significa "Via láctea 2".

Em segundo lugar temos o computador americano Titan, um sistema Cray XK7 da Cray, instalado no Laboratório Nacional de Oak Ridge do Departamento de Energia dos EUA, que atinge até 17,59 petatlos por segundo. A IBM vem logo em seguida com seu BlueGene/Q Sequoia, oferecendo 17,1 petaflops/s.

A lista com os 10 mais potentes teve uma nova entrada, o Shaheen II, composto por um sistema do tipo Cray XC450 e instalado na King Abdullah University of Science and Technology (KAUST), Arábia Saudita. O computador possui um poder de processamento de 5,536 petaflops/s, tornando-se o mais potente do Oriente Médio desde que a lista começou a ser compilada há 22 anos.

Apesar do primeiro colocado estar localizado na China, os EUA ocupam a liderança no total de poder de processamento, com 233 sistemas de alta performance, apresentando crescimento em relação à listagem anterior. A China, por outro lado, caiu de 61 para 37 instalações. Japão e Europa cresceram de 32 para 39 e 130 a 141, respectivamente.

A HP é a empresa com o maior número de computadores potentes, com 178 unidades, seguida pela IBM e suas 111 unidades e a Cray, com 71. Os processadores da Intel estão presentes em 86% dos sistemas, incluindo o primeiro da lista, que conta com o Intel Xeon Phi.

Fonte: Top500.