Analisamos o kit de memórias Kingston HyperX Fury de 1866 MHz

Por Pedro Cipoli

Temos em mãos uma das novas gerações de memórias Kingston, conhecida como Fury, uma edição da já conhecida linha HyperX, que trabalha com frequências maiores e vem com um dissipador mais parrudo. Ela é uma pequena atualização em relação à linha HyperX Blue que testamos aqui há algum tempo, mas o foco é o mesmo: equipar computadores voltados para jogos ou que realizam tarefas que exigem mais recursos do sistema.

Vamos aproveitar e realizar alguns testes adicionais com a Fury em relação às melhorias da performance gráfica que um upgrade de memória pode ocasionar, já que a testamos em uma máquina com gráficos integrados. Esse é um benefício indireto de utilizar um kit de memórias mais sofisticado, já que tanto o processador quanto a GPU onboard (uma Radeon HD 7660D da AMD) compartilham a memória RAM do sistema.

Configuração de testes:

  • Processador: AMD A8-5800K (geração Trinity) quad-core rodando a 4,3 GHz (4 MB de cache L2, 13% de overclock)
  • Placa de vídeo (integrada): AMD Radeon HD 7660D (384 cores@950 MHz)
  • Placa-mãe: ASUS F2A85-V PRO (soquete FM2)
  • Disco rígido: Seagate 1 TB SATA III de 720 RPM
  • Sistema operacional: Windows 8.1 64 Bits

Especificações da memória de referência:

  • Modelo: Patriot Viper3 Black 8 GB (2x4 GB) DDR3 1600 MHz
  • Timing: 11-11-12-28

Especificações da memória de testes:

  • Modelo: Kingston HyperX Fury 8 GB (2x4 GB) DDR de 1866 MHz
  • Timing: 10-11-11-30

Como podemos ver, a diferença entre ambos os modelos se resume à frequência de operação (1600 MHz vs 1866 MHz) e ao timing, já que tanto a quantidade total quanto o número de canais são exatamente os mesmos.

AIDA64 Extreme Edition

Programa muito conhecido e respeitado quando se trata de inventário de hardware, o AIDA64 não só fornece um relatório detalhado (muitas vezes com mais de 50 páginas de todos os componentes do computador, softwares instalados, licenças e outras informações úteis), como também realiza testes precisos de benchmark de CPU, memória, discos rígidos e muito mais.

Abaixo temos o teste de memória individual do AIDA64:

AIDA64 Memory - Kingston

Kingston HyperX Fury - Teste de Memória - AIDA64

Comparando a Fury com a Viper3, temos uma pequena melhoria na leitura de dados de 1,77% e uma latência 8,5% menor, curiosamente, uma queda de desempenho de 5,4% na escrita e cópia de dados.

AIDA64 Memory - Viper

Patriot Viper3 - Teste de Memória - AIDA64

AIDA64 GPGPU - Kingston

Kingston HyperX Fury - General Purpose GPU - AIDA64

Infelizmente, o AIDA64 não mostra qual a memória estamos testando, mas acima temos o benchmark de GPGPU feito com a Fury. Abaixo, nossa memória de referência:

AIDA64 GPGPU - Viper

Patriot Viper3 - General Purpose GPU - AIDA64

Há três mudanças signficativas que valem a pena observar: Memory Read, Memory Write e Memory Copy, enquanto o resto permanece mais ou menos constante. Por que isso acontece? Da linha Single-Precision FLOPS até Double-Precision Mandel, os resultados são dependendes do processador e GPU onboard, não dependendendo tanto assim da memória RAM, mas de qualquer forma, o resultado mostra que tanto um quanto outro melhoram o desempenho geral do sistema nas duas áreas ao utilizarmos memórias mais rápidas.

  • Leitura de memória (Memory Read): Melhoria de 8,76 % para a GPU e 1,82% para a CPU
  • Escrita de memória (Memory Write): Melhoria de 8,36% para a GPU e queda de 8,3 % para a CPU
  • Cópia de memória (Memory Copy): Melhoria de 16,7% para a GPU e queda de 5,8% para a CPU

MaxMemm²

O MaxxMem² é um programa que não requer instalação e é capaz de calcular o desempenho de memórias RAM com precisão. Basta iniciar o programa e clicar em "Start Benchmark" para ver os resultados.

MaxxMem2 - Viper

MaxxMem2 - Patriot Viper3

MaxxMem2 - HyperX Fury

MaxxMem2 - Kingston HyperX Fury

Os resultados do MaxxMem² confirmam o que vimos no AIDA64: um ganho relativamente pequeno na velocidade de cópia, velocidade de escrita e um tempo de latência menor. Porém, nesse teste em especial tivemos uma queda na velocidade de leitura.

Passmark PerformanceTest

O Passmark é uma suíte completa de benchmarks na qual é possível testar componentes individualmente, e no caso vamos testar tanto o desempenho da memória RAM como o da GPU, assim como fizemos no AIDA64, e ver qual é o ganho da AMD Radeon HD 7660D onboard com um a HyperX Fury.

Uma das vantagens do Passmark é que ele fornece relatórios bastante completos dos testes, comparando com configurações conhecidas quando não há uma referência para testes individuais. O "problema" é que os relatórios são um pouco longos, então separamos as partes que interessam para o teste em questão.

Passmark - Memory - Kingston

Kingston HyperX Fury - Passmark PerformanceTest - Parte 01

Passmark - Memory2 - Kingston

Kingston HyperX Fury - Passmark PerformanceTest - Parte 01

Passmark - Memory - Viper

Patriot Viper3 - Passmark PerformanceTest - Parte 02

Passmark - Memory2 - Viper

Patriot Viper3 - Passmark PerformanceTest - Parte 03

Ok, em que prestar atenção nesse monte de dados? Em primeiro lugar, temos uma diminuição na latência da HyperX Fury em relação à Patriot Viper3 (61,9 vs 68,6 ns, diferença de aproximadamente 10%), seguida de um aumento da velocidade de transferência total de 4,7% (4889 contra 5117 MB/s) e um singelo aumento na leitura cacheada de 0,6% (15990 contra 16079 MB/s) e não cacheada de 0,17% (7088 contra 7097 MB/s).

O resultado geral é um aumento de 3,6% em relação ao resultado geral do PassMark (de 1271 para 1317 pontos) entre a Patriot Viper3 e a HyperX Fury da Kingston, uma diferença que pode parecer pequena, mas é bastante significativa tanto no dia a dia quanto em jogos. Abaixo, temos os resultados dos testes em 45% no desempenho 3D, algo esperado, já que a GPU compartilha a memória RAM do sistema.

Passmark - 3D - Viper

Patriot Viper3 - Passmark PerformanceTest 3D - Parte 01

Passmark - 3D2 - Viper

Patriot Viper3 - Passmark PerformanceTest 3D - Parte 02

Passmark - 3D2 - Kingston

Kingston HyperX Fury - Passmark PerformanceTest 3D - Parte 01

Passmark - 3D - Kingston

Kingston HyperX Fury - Passmark PerformanceTest 3D - Parte 02

Conclusão

Encontramos o kit de 8 GB dual-channel da Kingston HyperX Fury com uma média de preços de R$ 420 nas principais lojas de departamentos. Vale a pena? O kit cumpre o que promete, sendo uma excelente aquisição para quem pretende montar uma máquina voltada para jogos ou que vá executar programas mais pesados, como edição de vídeo – isso sem custar muito, considerando os recursos que oferece.

Em nossos testes observamos também um bom ganho adicional de performance gráfica para quem utiliza gráficos integrados, algo que já esperávamos, o que beneficia tanto usuários da AMD com seus chips integrados Radeon HD quanto quem usa processadores Intel mais modernos, que trazem gráficos Intel HD 4000 ou Intel HD 4600.

Comparamos também com um kit de configuração similar da Patriot com velocidade ligeiramente inferior, e observamos apenas um pequeno incremento de desempenho. Isso mostra que a Fury 1866 MHz não vale tanto o upgrade para quem já tem memórias de 1600 MHz em dois canais, mas ainda assim compensa para quem possui menos memória RAM ou trabalha com velocidades menores, como 1066 MHz ou 1333 MHz.

Vantagens

  • Cumpre o que promete;
  • Bom custo-benefício;
  • Permaneceu "fria" mesmo durante os benchmarks.

Desvantagens

  • Não é um upgrade tão grande para um kit de 1600 MHz;
  • Quando tentamos realizar um overclock, mesmo pequeno, o sistema ficou instável.