AMD continua em queda e anuncia prejuízo trimestral de US$ 197 milhões

Por Redação | 18.10.2015 às 08:00 - atualizado em 18.10.2015 às 18:47

A fabricantes de chips Advanced Micro Devices (AMD) está enfrentando grandes dificuldades de se firmar no mercado. A empresa anunciou na última semana um prejuízo trimestral de US$ 197 milhões, a quarta perda trimestral seguida da companhia. Nos nove primeiros meses deste ano, a AMD já acumula US$ 557 milhões. Ao longo dos últimos 17 anos, a empresa sofreu uma perda líquida total de quase US$ 8 bilhões.

Ao anunciar os resultados financeiros do último trimestre, a fabricante também divulgou uma parceria com a Fujitsu Microelectronica Nantong para montagens e testes. A AMD vendeu 85% de sua participação em duas instalações na Ásia, em Penang (Malaysia) e Suzhou (China), o que lhe renderá em torno de US$ 371 milhões. A parceria parece ser um movimento desesperado da empresa em conseguir competir com a gigante Intel.

A contínua fraqueza na demanda por seus chips de fabricante de computadores pessoais tem colaborado para os péssimos resultados da AMD neste ano. O prejuízo líquido da corporação no terceiro trimestre, encerrado em 26 de setembro, corresponde a US$ 0,25 por ação. Já as receitas estão no mesmo sentido, com uma queda acentuada de 25,8% para US$ 1,06 bilhão. De acordo com a presidente e CEO da AMD, Lisa Su, a empresa "continua a tomar ações específicas para melhorar o desempenho financeiro a longo prazo, construir grandes produtos e simplificar seu modelo de negócio".

Phil Rogers, presidente da Heterogeneous System Architecture Foundation, anunciou que deixará a AMD após 21 anos para se juntar a rival Nvidia. Como resultado dos seguidos resultados ruins, a AMD divulgou no início deste mês que a empresa cortará 500 empregos. Em abril de 2015, a AMD deixou o mercado de microservidores de alta densidade, com efeito imediato, mais de três anos após a aquisição da SeaMicro em 2012 por US$ 334 milhões.

A necessidade da AMD se reinventar no mercado é cada vez maior conforme acumula fracassos em seu campo de atuação. Com a estagnação do mercado de PCs no mundo todo, a empresa tem encontrado dificuldades em conseguir repassar seus chips para as fabricantes. Segundo o ex-presidente da empresa, Atiq Raza, "a AMD é como um navio afundando".

Fonte: Ars Techinica

Fonte: http://arstechnica.com/tech-policy/2015/10/amd-announces-quarterly-loss-of-197-million-its-fourth-straight-loss/