AMD anuncia crescimento de 23% em suas receitas

Por Redação | 21.10.2016 às 07:37

A AMD anunciou no fim desta quinta-feira (20) seus resultados financeiros para o terceiro trimestre do ano fiscal de 2016. De acordo com a companhia, sua receita saltou 23% em comparação ao mesmo período do ano passado graças à alta demanda por chips para videogames.

Em cifras, a arrecadação de US$ 1,31 bilhão superou a expectativa de analistas financeiros, que apontavam ganhos de US$ 1,21 bilhão. E o grande responsável por esse salto foi o segmento de computação e gráficos da empresa. Sozinho, ele arrecadou 11% a mais que há um ano, batendo US$ 472 milhões em arrecadação. Para a presidente executiva Lisa Su, o resultado retrata que a empresa está conseguindo progredir no negócio. "Agora, nossa expectativa é fechar 2016 com uma receita ainda maior baseada na demanda por processadores e GPUs Polaris", comentou Su.

O otimismo da executiva se dá principalmente pelo fato de tanto Sony quanto Microsoft estarem renovando as especificações de seus videogames, relançando-os com chips AMD a partir de novembro deste ano. Além disso, a empresa está apostando alto nos chips Zen, que prometem entregar 40% mais desempenho e bater de frente com as soluções da Intel, sobretudo os Broadwell-E de dez núcleos.

Apesar dos bons números e da sensação de que tudo está indo bem demais, o lucro operacional da AMD levou um tombo e tanto, registrando perda de US$ 293 milhões - um ano atrás esse valor foi de US$ 158 milhões. Outro número que surpreendeu negativamente foi a perda líquida de US$ 406 milhões. O valor é praticamente o dobro do apresentado há um ano, quando a companhia registrou uma perda de US$ 197 milhões.

Também surpreendeu o fato de o mercado ter recebido mal o relatório financeiro. Nas negociações após o fechamento do pregão de ontem, os papéis da AMD estavam sendo negociados com depreciação de 6,18%.

Via Forbes, AnandTech