AMD anuncia ações para resolver os erros Meltdown e Spectre

Por Redação | 12 de Janeiro de 2018 às 15h12
photo_camera Reprodução
TUDO SOBRE

AMD

Com as recentes descobertas de falhas de segurança em milhares de processadores modernos, muitas empresas da indústria tecnológica estão atuando em conjunto para resolver as duas principais vulnerabilidades encontradas: os erros Meltdown e Spectre. Agora, é a vez da AMD se pronunciar sobre quais ações está tomando para resolver esta situação.

De acordo com a fabricante, duas variantes da vulnerabilidade Spectre (Bounds Check Bypass e Branch Target Injection) são aplicáveis aos processadores AMD. Em contrapartida, estas ameaças podem ser contidas com patches de atualizações do próprio sistema operacional. Por este motivo, a fabricante vem trabalhando em conjunto com a Microsoft e a Linux para distribuir essas correções.

Com relação à variante Bounds Check Bypass do Spectre, grande parte dos processadores AMD em sistemas operacionais da Microsoft e do Linux já receberam os patches de atualização. Além disso, a empresa continua trabalhando com a Microsoft para resolver o problema que causou bloqueio total em máquinas com processadores mais antigos (AMD Opteron, Athlon e AMD Turion X2 Ultra) no início desta semana. A expectativa é que esta situação seja resolvida até a próxima semana.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A respeito do Branch Target Injection do Spectre, variante que se aproveita da brecha existente no design dos processadores, a AMD afirma que uma combinação de atualizações de microcódigo será lançada em várias etapas. Pacotes de correção por meio de sistema operacional também serão disponibilizados para clientes e parceiros da fabricante, para reforçar ainda mais a segurança.

A Linux, por exemplo, já começou a distribuição, enquanto que a Microsoft ainda colabora com a AMD para lançar os patches de atualização.

Para processadores Ryzen e EPYC, e outros produtos de gerações anteriores, a AMD ainda disponibilizará atualizações de microcódigos opcionais a partir desta semana. Essas correções de software serão providenciadas por fornecedores e, portanto, a empresa recomenda que o usuário verifique toda e qualquer informação exclusivamente com o fornecedor.

Já a variante Rogue Data Cache Load, ou apenas Meltdown, não é aplicável a processadores AMD, segundo a própria companhia em comunicado oficial. A AMD acredita que os seus produtos não são suscetíveis a esta falha por conta da proteção de nível de privilégio dentro da arquitetura de paging de seus processadores. Desta forma, nenhuma mitigação é necessária.

Quando questionada sobre o design de suas GPU, a fabricante afirma que os AMD Radeon não usam execução especulativa e, portanto, não são suscetíveis a essas vulnerabilidades.

Fonte: AMD

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.