RRAM: uma memória não volátil 20 vezes mais rápida que a flash

Por Redação | 06.08.2013 às 06:05 - atualizado em 06.08.2013 às 11:38

A empresa norte-americana Crossbar anunciou o lançamento de um novo chip de memória capaz de armazenar um terabyte de dados e substituir a famosa memória flash em diversas aplicações. A chamada RAM Resistiva (RRAM), conforme informações do VentureBeat, é menor que um selo de cartas e pode acessar toda essa quantidade de dados até 20 vezes mais rápido do que a melhor memória flash disponível atualmente no mercado.

A Crossbar diz que seu novo chip vai permitir uma nova onda de inovação eletrônica para os consumidores, empresas, indústrias e dispositivos móveis. Devido ao potencial de sua tecnologia, a empresa teve sucesso em sua arrecadação de fundos e já conseguiu levantar US$ 25 milhões de fundos de investimentos. Vale ressaltar que a memória flash é usada em praticamente tudo, desde iPhones e tablets até câmeras digitais.

Dentre as vantagens oferecidas pela memória RRAM da Crossbar está a possibilidade de armazenar cerca de 250 horas de filmes de alta definição (um terabyte) em um único chip fisicamente muito pequeno. Além disso, ele também pode desempenhar suas funções com um gasto de energia até 20 vezes inferior ao atual.

George Minassian, presidente executivo da Crossbar, disse ao VentureBeat que essa tecnologia também é "fácil de fabricar", e que poderia conseguir uma alta produção dentro de apenas três anos. É óbvio que não é fácil substituir uma tecnologia que já opera em larga escala, como o flash, mas não impossível. "As atuais tecnologias de memória não volátil estão perdendo força, acertando barreiras significativas à medida que a escala para processos de fabricação ficam menores", afirmou o executivo. "Nós temos conseguido todos os principais marcos técnicos que comprovam que nossa tecnologia RRAM é mais fácil de fabricar e pronta para a comercialização. É um divisor de águas para a indústria de memória não volátil", completou.