Qualcomm irá desenvolver tecnologias para as bandas 4G no Brasil

Por Redação | 22 de Agosto de 2012 às 16h42

A Qualcomm, uma das grandes empresas de tecnologia móvel, afirmou nesta terça-feira (21) que irá desenvolver parcerias para produzir chips de celulares que operem em qualquer banda 4G que o Brasil utilizar. O país já licitou faixas de frequência de 2.5GHz para áreas urbanas e de 400MHz para áreas rurais.

"Um dos compromissos que nós assumimos é o de incorporar todas as bandas que o Brasil está considerando para o 4G, não só a de 700MHz, mas a de 2.5GHz, como também a de 450MHz para a banda larga rural", afirmou Cristiano Ramon, presidente da divisão de semicondutores da empresa no Brasil.

Rede 4G

A empresa também assinou um acordo com o governo federal para a construção de um centro de pesquisa

Ao final da reunião entre a presidência e a empresa, o Ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, afirmou que ainda este semestre a Anatel deve terminar o estudo para a licitação da banda de 700MHz. Hoje, a complicação que o órgão enfrenta para realizar essa licitação é que a TV analógica utiliza essa banda e ela só deixará de existir a partir de 2016, quando termina o prazo estipulado pelo decreto da TV digital.

Em abril, a Qualcomm e o governo federal fecharam um acordo que prevê a instalação de um centro de pesquisa da empresa em território nacional voltado para o mercado de tablets.

A Qualcomm é a maior fornecedora de chipsets do mundo e registrou lucro de US$ 1,2 bilhão no terceiro trimestre fiscal de 2012. E o seu faturamento em 2011 foi de aproximadamente US$ 15 bilhões.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.