Qualcomm garante que Snapdragon 810 está a caminho

Por Redação | 08 de Dezembro de 2014 às 16h55
Tudo sobre

Qualcomm

A Qualcomm veio a público nesta segunda-feira (08) para dizer que está tudo dentro do previsto com o Snapdragon 820, seu próximo processador de 64-bit que deve estar no interior de boa parte dos smartphones de topo de linha lançados em 2015. A declaração, apesar de ser uma tentativa de minar os boatos que vêm surgindo há duas semanas, fez pouco para acalmar a imprensa internacional.

De acordo com Jon Carvill, diretor sênior de relações públicas da Qualcomm, o desenvolvimento do novo chip vai muito bem, obrigado, e ele continua com lançamento previsto para o primeiro semestre de 2015. O mesmo vale para os dispositivos que serão os primeiros a contarem com o processador, já que a fabricante vem trabalhando lado a lado com empresas para garantir que tudo corra bem e que os outros componentes sejam compatíveis.

Mas, como aponta o Phone Arena, apesar de ser uma resposta aberta aos boatos recentes, há pouco na fala da Qualcomm para realmente tranquilizar o mercado. A previsão de lançamento para o primeiro semestre de 2015 é a mesma dada há seis meses, quando o Snapdragon 810 foi anunciado, e, levando em conta que essa janela começa em pouco mais de 20 dias, as palavras são pouco precisas.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A previsão que vai de janeiro a junho do ano que vem, então, pode continuar a ser uma pedra no sapato principalmente da Samsung, que costuma lançar as novas edições da linha Galaxy S no segundo trimestre de cada ano, abrindo seu calendário de lançamentos topo de linha. Ela depende dos processadores da Qualcomm e fica em uma situação mais complicada que a LG, por exemplo, que traz os aparelhos da série G ao mercado sempre no começo do segundo semestre.

Para o mercado, ainda, um possível atraso na produção de um dos principais modelos de processadores de 64-bit pode ser um sinal de que a introdução dessa arquitetura como um padrão pode demorar mais do que se imagina. Apesar de já ser bastante comentada, a tecnologia ainda dá os seus passos iniciais principalmente no mundo do Android e, caso o novo Snapdragon realmente atrase, podemos ter de esperar mais algum tempo antes de ver isso se tornando comum.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.