Qualcomm ataca Apple e fala poucas e boas sobre a empresa da maçã

Por Redação | 12.12.2012 às 15:15

Ainda a respeito da disputa judicial de patentes entre Samsung e Apple, a Comissão Internacional de Comércio (International Trade Commission) decidiu perguntar a opinião de algumas empresas ligadas ao assunto. E foi aí que a Qualcomm decidiu colocar a boca no trombone contra sua cliente, a Apple.

A Qualcomm não só discordou de certas atitudes da empresa da maçã como também atacou abertamente a Apple em um documento oficial. Ela não teve papas na língua ao dizer que a empresa de Tim Cook está se esquivando do pagamento de royalties referentes a patentes dentro do termo FRAND (Fair, Reasonable and Non-Discriminatory ou em português, justas, razoáveis e não discriminatórias), e que ela deveria se envergonhar por isso.

Segundo informações da FOSS Patents, a palavra "farsa" aparece na declaração da Qualcomm. A empresa se refere à defesa contra a cobrança baseada em patentes FRAND da Apple como "uma farsa total". O texto da Qualcomm para a Comissão Internacional também cita diversos aspectos da posição da Apple e os chama de "absurdos".

Apesar da Comissão ter questionado a Qualcomm sobre o assunto, a empresa não tinha obrigação de se manifestar, afinal as duas empresas envolvidas (Apple e Samsung) são suas clientes. A Apple representa 12% do faturamento total da companhia, enquanto a Samsung é responsável por 10% dos números.

Na verdade, a Qualcomm não está muito interessada na vitória nem da Samsung e nem da Apple. A fabricante está realmente interessada em sua capacidade de monetizar agressivamente com as SEPs, que são as patentes identificadas pelas empresas de tecnologia como necessárias para poder fabricar produtos compatíveis.