Positivo Union Touch P3250: um all-in-one básico com tela sensível ao toque

Por Pedro Cipoli

Se os desktops como os conhecemos estão morrendo, boa parte da "culpa" é dos all-in-ones. Ainda que notebooks e ultrabooks quebrem o galho em muitas situações e sejam atualmente poderosas ferramentas de trabalho, existe uma parcela do público que faz questão de uma tela maior, e é aí que modelos como o Positivo Union Touch P3250 entram em cena, não só diminuindo a quantidade de fios espalhados pelo escritório, como também oferecendo a experiência completa de um desktop.

Design

Não vamos tentar esconder a verdade aqui e dizer que o P3250 seja um modelo bonito. Não é feio também, mas traz um visual um pouco ultrapassado, mesmo problema que observamos no HP Envy 23 que analisamos aqui há algum tempo. Ele é um pouco gordinho, algo que não entedemos, já que o hardware por baixo do capô é semelhante ao de um notebook, não necessitando de um sistema de refrigeração que justifique essa espessura.

Telas sensíveis ao toque, recurso presente no P3250, costumam deixar qualquer modelo um pouco mais grosso, em muitos casos diminuindo os ângulos de visão devido ao reflexo do vidro, e aqui o caso não é diferente. Esse não é um problema do modelo, mas sim da tecnologia em si – mas de qualquer forma, a resolução Full HD divididas nas 21,5 polegadas são de excelente qualidade. Como se trata de um all-in-one, que ficará fixo durante o uso, os ângulos de visão não chegam a atrapalhar.

Em nossos testes conseguimos trabalhar sem que os reflexos da tela nos atrapalhassem, com vários ângulos disponíveis na hora de ajustar o mais adequado. Como se trata de um modelo sensível ao toque, é natural que ele fique mais inclinado, como se fosse um notebook, para podermos manusear a tela com mais conforto. Tanto o contraste quanto o brilho nos agradaram bastante, sendo confortáveis aos olhos mesmo para leitura de textos e em ambientes mais escuros.

Para fechar o item, destacamos que o botão liga/desliga não é um botão, e sim uma pequena alavanca. Em nossa opinião, isso é péssimo, já que quanto menos partes mecânicas um equipamento tiver, menor a possibilidade de algo quebrar, e acreditem: essa alavanca parece bastante frágil.

Hardware

Como acontece com grande parte dos all-in-ones, o P3250 é um "super notebook" ("notebookão" ficaria estranho, não?), com os mesmos componentes e sistemas de refrigeração encontrados em notebooks. Isso acontece pois os desktops não ligam tanto para consumo energético ou calor, permitindo processadores com clocks mais altos, placas de vídeos high-end e assim por diante. Ou seja: o que se perde em desempenho, ganha-se em espaço.

O P3250 vem com um processador Intel Core i3 de terceira geração com dois núcleos rodando a 2,4 GHz (sem modo turbo, mas com hyperthreading), 4 GB de memória RAM e gráficos Intel HD 4000. Não, ele não é capaz de rodar games mais recentes ou mesmo um pouco mais antigos, mas é um modelo ideal para trabalhos leves e assistir a filmes em alta resolução. Em nossos testes, não tivemos problemas para executar um MKV em 1080p e áudio 5.1, mas, como ele não vem com uma saída HDMI, não podemos ligá-lo em uma televisão. Para completar o conjunto, temos um disco rígido de 500 GB, padrão de notebook.

As caixas de som embutidas nos agradaram bastante, falhando apenas em frequências muito baixas ou muito altas, mas isso já era esperado tanto pelas restrições de espaço que um sistema de som necessita para reproduzir áudio de qualidade, quanto pelo foco do P3250, que é o público de entrada. Porém, ao contrário do que acontece com desktops, não é necessário adquirir caixas de som separadamente, já que o volume máximo é perfeitamente capaz de preencher uma sala pequena.

Extras

O P3250 já vem com teclado e mouse, mas recomendamos que usuário adquira ambos separadamente. Tentamos utilizá-los, mas eles são básicos demais e propensos a deixar o usuário com dor no pulso (ou até mesmo DORT) com o uso prolongado. O mouse, óptico, ficou aquém de nossas expectativas, sendo pouco preciso em tarefas como edição de imagem, e pouco ergonômico. Aliás, aproveite para comprar um kit de teclado e mouse sem fios, dando um visual mais "clean" em sua mesa de trabalho, já que ambos possuem fios longos demais, em nossa opinião.

Um recurso interessante é que ele vem com uma bateria embutida ao estilo notebook. Nossa primeira ideia foi utilizá-lo como um imenso tablet, um pouco infeliz, diga-se de passagem, mas achamos algo indispensável: nobreak. Em nossos testes, a bateria durou cerca de 40 minutos, sendo uma ótima notícia para quem já teve a péssima experiência de trabalhar e acabar a luz, eliminando todo o trabalho que ainda não tinha sido salvo.

Por último destacamos que o P3250 possui uma alça embutida, algo que consideramos um pouco inútil. Em primeiro lugar, ela é bastante desconfortável, sendo preferível levá-lo com as duas mãos do que utilizá-la. Outro ponto é que aparentemente ela "torce" a estrutura da máquina, dando a sensação que vai quebrar a toda hora, não aguentando os vários quilogramas de peso.

Conclusão

O preço sugerido do Union Touch P3250 da Positivo é de R$ 2.999, valor um pouco alto, considerando que é um valor maior do que comprar um desktop de configuração similar, com monitor de mesmo tamanho, teclado, mouse e até nobreak separadamente. Porém, a vantagem é que é só tirá-lo da caixa e começar a utilizar, além da tela sensível ao toque, naturalmente.

Vale a pena? Bem, é um bela máquina, mas acreditamos que o preço cobrado por ela seja um pouco alto, já que o seu público-alvo – usuários básicos que querem que tudo funcione direito logo ao tirá-la da caixa – não ficará confortável com o preço. Se ele viesse com 8 GB de memória RAM e processador Intel Core i5, tudo bem, mas a configuração é muito básica para justificar o preço.

Vantagens

  • Cumpre o que promete, com configuração razoável e é fácil de instalar;
  • Tela sensível ao toque de boa qualidade;
  • Bateria embutida;
  • Resolução de tela compatível com o tamanho.

Desvatagens

  • Preço alto pelo que oferece;
  • Botão liga/desliga propenso a falhas;
  • Alça inútil e desconfortável;
  • Teclado e mouse de baixa qualidade.
Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.