China dobra recorde anterior e lidera entre computadores mais rápidos do mundo

Por Redação | 17 de Junho de 2013 às 16h18

A cada seis meses, a organização 'Top500' divulga sua lista com os supercomputadores mais rápidos do mundo, que tem se mostrado bastante movimentada. O supercomputador mais rápido do momento é o chinês 'Tianhe-2', capaz de fazer 33,86 quadrilhões de operações por segundo (ou 33,86 petaflops). Este número é duas vezes maior do que o 'Titan', recordista anterior que tem um valor de referência de 17,59 petaflops.

Diversas máquinas já figuraram pela lista da Top500. Em junho de 2011, por exemplo, quem levou o título de mais rápido do mundo foi o supercomputador japonês 'K'. Já em junho de 2012, foi o 'Sequoia', da IBM, e em novembro quem assumiu a liderança foi o 'Titan', da Cray.

O vencedor do momento, o 'Tianhe-2', foi construído pela Universidade Nacional de Tecnologia de Defesa da China. Ele é o sucessor do Tianhe-1A, que encabeçou a lista dos supercomputadores mais rápidos do mundo em novembro de 2010. Ele será implantado no Centro Nacional de Supercomputação em Guangzho, na China, dois anos antes do previsto.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A super máquina é constituída por 32 mil processadores Intel Xeon E2-2692 de 12 núcleos, e 48 mil processadores Xeon Phi, cada um com mais de 50 núcleos de processamento. No total, são 3,12 milhões de núcleos de processamento e 1 petabyte de RAM, rodando 'Kylin Linux', uma distribuição do sistema desenvolvida na própria universidade chinesa.

Na lista de junho de 2013 da Top500, o 'Titan' da Cray ocupa o segundo lugar, enquanto o 'Sequoia' da IBM fica com a terceira posição. O quarto lugar ficou com o supercomputador japonês 'K', seguido pelo 'Mira' da BlueGene/Q.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.