O que levar em consideração ao comprar um gabinete?

De meros R$ 30 a absurdos R$ 2500: há gabinetes variados que atendem a uma quantidade enorme de perfis de usuários, trazendo diferentes níveis de performance, aparência e praticidade. Qual é o melhor para você? Com tantos modelos disponíveis, o que será que é realmente importante levar em consideração na hora de comprar uma "caixinha" dessas?

Gabinete Raidmax 01

Como exemplo, vamos utilizar o gabinete da foto (Helios VL, da empresa Raidmax), para mostrar alguns pontos importantes que o usuário deve lembrar na hora de comprar o seu. O primeiro ponto, naturalmente, é o visual, característica que muitos usuários podem até dizer que não se importam, mas é legal se sentir à vontade com a aparência de algo que utilizaremos todos os dias.

Gabinete Raidmax 06

O Helios VL, por exemplo, possui um design bastante futurista e é equipado com fans (ventoinhas) de LED colorido azul para parecer mais invocado ainda, o que o torna ideal para máquinas de médio e alto desempenho. A parte lateral transparente também agrada a muitos usuários que diagnosticam o status do PC através dos LEDs da placa-mãe, tornando a manutenção mais fácil de ser executada.

Gabinete Raidmax 20
Gabinete Raidmax 12

Por falar em manutenção, modelos que podem ser abertos sem a necessidade de ferramentas (conhecidos como tool-less) também são interessantes, pois não há nada pior do que precisar abrir a máquina e não ter uma ferramenta à mão. Como é possível observar abaixo, os drives de CD/DVD/Blu-Ray não precisam de parafusos para ficarem firmes nas baias de 5,25 polegadas.

Gabinete Raidmax 13
Gabinete Raidmax 16

Configurações de médio e alto desempenho (especialmente quando se quer fazer um overclock em alguns dos componentes) necessitam de uma atenção especial para a refrigeração. Nesse aspecto, mais importante que o número de fans que são instalados, é o fluxo de ar que eles são capazes de criar. Em nosso exemplo, observe como o fluxo de ar entra pela parte frontal, refrigerando todos os componentes internos até sair pela parte traseira e pelo topo do gabinete.

Gabinete Raidmax 03
Gabinete Raidmax 05

Usuários que costumam instalar vários discos devem pesquisar a quantidade de slots disponíveis internamente e se eles ficarão bem refrigerados. Algumas empresas implementam um mecanismo que facilita a colocação de HDs, que no caso do nosso exemplo, é basicamente um conjunto de gavetas que elimina a necessidade de utilizar parafusos.

Aqueles que desejam instalar watercoolers devem escolher modelos que possuem suporte para esse tipo de ferramenta (orifícios para a passagem dos canos, como você pode ver na foto abaixo).

Gabinete Raidmax 10

Depois de observar todos esse fatores, está na hora de ver quais são os detalhes que o gabinete traz, como que tipo de conexões existem no painel frontal (em nosso modelo são cinco: uma porta USB 2.0, uma USB 3.0, uma eSATA, entrada para fone e microfone). Ele traz também uma mebrana para barrar a entrada de poeira em todos os os fans que são responsáveis pela refrigeração, diminuindo e muito a necessidade de limpezas periódicas ou mesmo a queima de componentes por estática ao longo do tempo.

Gabinete Raidmax 02
Gabinete Raidmax 09

Por fim, é necessário adequar o gabinete ao tipo de configuração que será utilizada. Modelos muito caros para configurações de baixa performance são subutilizados e o contrário pode colocar os componentes em risco de superaquecimento.

E você, usuário? O que leva em consideração na hora de comprar um gabinete?

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.