Novos chips da Broadcom podem dobrar velocidade da internet sem fio

Por Redação | 15.04.2014 às 12:46

Não está satisfeito com a velocidade de sua internet sem fio? A Broadcom deseja mudar isso com o anúncio de uma série de novos chips que prometem, no mínimo, duplicar a velocidade das redes Wi-Fi. Com lançamento previsto para até o final do semestre, a tecnologia é capaz de obter velocidades de até 3,2 Gbit/s.

São diversos os aspectos que garantem essa eficiência maior e o principal deles está na forma como os dados são transmitidos. Além de serem capazes de enviar muito mais informações simultaneamente para diversos usuários, os novos chips possuem uma tecnologia capaz de espremer mais dados em uma única onda. Até mesmo as interferências nas redes podem ser usadas como uma maneira de transportar os pacotes do roteador ao computador do usuário.

Além disso, os novos chips da Broadcom possuem uma tecnologia de priorização capaz de detectar exatamente que tipo de solução está sendo utilizada no momento. Assim, aplicações que exigem maior disponibilidade de dados – como é o caso das de streaming e vídeos, como o Netflix e o YouTube – podem receber um maior volume deles para garantir funcionamento sem interrupções, enquanto outras operações continuam trabalhando, mas recebendo um fluxo menor.

De acordo com a Broadcom, os chips – chamados de 5G Wi-Fi XStream – devem aparecer nos roteadores e aparelhos das cinco maiores fabricantes do mundo, incluindo nomes como Asus, Belkin e Netgear. Além disso, os produtos já vêm preparados para uso com dispositivos da Internet das Coisas, que necessitam de conexão constante e velocidade para troca de informações não apenas entre si, mas também para o usuário que faz o acesso remotamente.

Nesse caso o foco é a carga de diversos equipamentos conectados a uma mesma rede. Segundo a fabricante, hoje se tem, em média, sete dispositivos conectados a cada rede doméstica sem fio. A expectativa é que esse total aumente para 11 até 2017, o que requer uma mudança nas tecnologias necessárias para prover conexão a todos esses dispositivos simultaneamente.

A Broadcom não é a única a trabalhar em uma tecnologia desse tipo. Como mostra o site Venture Beat, as rivais também já estão preparando produtos para tornar as redes Wi-Fi mais eficientes e oferecem, inclusive, velocidades maiores. A Quantenna, por exemplo, está preparando o lançamento dos primeiros aparelhos capazes de fazer transmissões de até 10 Gbit/s para 2015. Se for alcançada, a velocidade representará um aumento de 600% em relação ao que se tem atualmente.