Mercado de processadores será alavancado por smartphones e tablets em 2013

Por Redação | 23 de Janeiro de 2013 às 15h54

O mercado de dispositivos móveis, smartphones e tablets, promete continuar crescendo em 2013. Este setor será o responsável por alavancar o mercado de processadores ao longo do ano, segundo dados preliminares da firma de análise IC Insights. O mercado de microprocessadores está passando por uma mudança importante para componentes de baixo consumo de energia, usados em aparelhos com eficiência energética. As informações são do PC World.

A distribuição global de microprocessadores para dispositivos móveis, servidores e PCs deve aumentar para 2,18 bilhões de unidades em 2013, aumento considerável em comparação às 2,01 bilhões de unidades entregues em 2012. Rob Lineback, analista sênior da IC Insights, acredita que o aumento na distribuição dos chipsets será fruto do crescimento das remessas de tablets e smartphones, que, atualmente, são equipados com processadores ARM. Isso resultará no aumento da distribuição de unidades de microprocessadores ao redor do mundo.

A IC Insights também prevê que a distribuição de tablets neste ano deverá atingir a marca de 167 milhões de unidades, crescimento de 43% em comparação ao ano anterior. Já a distribuição de processadores para smartphones deverá aumentar 8% com o aumento da demanda por dispositivos móveis inteligentes.

Mais de 95% de todos os smartphones e tablets do mundo utilizam processadores com tecnologia ARM, o que fez com que os processadores x86 da Intel e da AMD não conquistassem grande porcentagem do mercado. "O x86 não está crescendo tão rápido porque o crescimento do mercado de PCs padrão é muito menor do que o de tablets e smartphones", afirmou Lineback.

Smartphones tablets

Reprodução: Geeky Gadgets

O levantamento da empresa não prevê a venda de processadores com arquiteturas diferentes separadamente, ou seja, não se pode prever qual será o desempenho dos microprocessadores ARM e x86. Além disso, com a convergência de tablets e PCs em produtos híbridos e a chegada de Ultrabooks com telas sensíveis ao toque, o analista acredita que seja difícil prever como será o futuro do mercado de processadores móveis.

A IC Insights acredita que os rendimentos anuais com a venda de processadores deverão girar em torno dos US$ 65,3 bilhões (R$ 133,4 bilhões), crescimento considerável em comparação aos US$ 58,2 bilhões (R$ 118 bilhões) registrados no último ano. Os processadores móveis serão responsáveis por 26% do lucro total; os microprocessadores para tablets serão responsáveis por 5%, e os processadores para PCs e servidores serão donos de 69% das vendas totais — a venda de processadores para smartphones e tablets deverá crescer 28% e 50%, respectivamente, em comparação ao ano passado.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.