Intel anuncia roadmap para o Atom e chips para tablets e smartphones

Por Redação | 26 de Novembro de 2013 às 17h36

A Intel vai lançar novos processadores Atom para smartphones e tablets no próximo ano e, com isso, almeja alcançar seu objetivo de impulsionar a performance gráfica de seus chips em 15 vezes e aumentar a performance de processamento em cinco vezes até 2016.

Os planos da fabricante envolvem lançar novos processadores Atom de 64 bits baseados em núcleos de CPU e GPU recentes. Espera-se que os primeiros dispositivos a receber essa nova versão apareçam a partir de 2015.

Intel Roadmap

A nova linha é composta por dois chips de alto desempenho e será o primeiro processador Atom com modem integrado, destinado a dispositivos baratos de entrada. A Intel quer alcançar a liderança em desempenho de chips para dispositivos móveis ao passo em que continua a melhorar a duração da bateria.

Atualmente, os chips da Intel são usados apenas em alguns poucos smartphones enquanto sua rival ARM marca presença na maioria dos smartphones e tablets. Os próximos chips móveis da Intel usarão um processo de fabricação de 14 nanômetros, o que pode beneficiar o desempenho e o consumo de energia.

Intel Roadmap

No final de 2014, a Intel vai começar a fornecer um chip móvel de alta performance de nome Cherry Trail, o qual será baseado numa futura CPU de codinome Airmont e será portador da próxima geração de processadores gráficos.

A linha Cherry Tail será sucedida por uma geração ainda mais rápida e com consumo de energia ainda menor, recebendo o codinome Broxton, com previsão de chegada em 2015. Ele será baseado nos futuros novos núcleos de codinome Goldmont.

Os processadores Broxton terão um design diferente comparado aos seus antecessores e permitirá que outros componentes possam ser facilmente conectados. O design dos chips Broxton será capaz de permitir que famílias derivadas sejam produzidas de forma mais rápida.

Esses processadores serão os sucessores dos chips de dois núcleos com codinome Merrifield, os quais devem aparecer em smartphones a partir do ano que vem. Eles vão usar o processo de fabricação de 22 nanometros e terão uma variante de quatro núcleos que será entregue a partir do segundo semestre de 2014.

Para dispositivos de entrada, a Intel vai lançar um chip de codinome Sofia e pretende mesclar um processador Atom com um núcleo responsável por conexões 3G, com planos de ser atualizado para LTE (4G) em 2015. Inicialmente, o núcleo de comunicação dos chips Sofia usará a arquitetura x86.

Os executivos da Intel reconheceram que estão numa situação em que tentam a todo custo alcançar o passo do mercado de tablets e smartphones, então estão tentando acelerar o processo de lançamento dos novos chips, que devem ser entregues antes do esperado.

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.