Empresa francesa está desenvolvendo HD que é capaz de durar 1 milhão de anos

Por Redação | 16.07.2012 às 13:15 - atualizado em 16.07.2012 às 17:10

Todos nós sabemos que os métodos que utilizamos para armazenar nossos arquivos e dados não são capazes de durar para sempre, certo? Por isso, a empresa francesa de lixo nuclear ANDRA está desenvolvendo um HD capaz de ‘sobreviver’ por mais de um milhão de anos.

De acordo com o Engadget, o HD utiliza dois discos de safira industrial fundidos com dados gravados em um microscópio de platina em formato digital. A ideia da empresa é manter dados arquivados por muito tempo e até em casos de catástrofes naturais.

ANDRA

O HD é feito com dois discos de safira industrial fundidos (Foto: Reprodução/Engadget)

A tecnologia desenvolvida pela ANDRA visa fornecer e armazenar informações sobre os locais onde lixos nucleares estão aterrados por milhares de anos, algo que os atuais aparelhos não são capazes de conseguir. Segundo a revista Science, o protótipo de HD, que possui apenas 20 centímetros de extensão, custou aproximadamente R$ 62 mil para ser produzido, quantia esta que não é acessível ao consumidor comum.

O HD de longa duração foi desenvolvido como parte de um projeto de arquivos e registros de problemas com lixos nucleares que a ANDRA iniciou em 2010.