Twitter de CEO da Sony é hackeado por grupo que atacou servidores de Pokémon GO

Por Redação | 20 de Julho de 2016 às 11h33

O grupo de hackers OurMine, conhecido por realizar ataques cibernéticos contra famosos executivos de companhias de tecnologia, desta vez hackeou o perfil do presidente da Sony Worldwide Studios, Shuhei Yoshida, no Twitter. O grupo também alega estar por trás dos recentes ataques DDoS aos servidores de Pokémon GO, que foram realizados em conjunto com o grupo Poodlecorp.

Os hackers publicaram mensagens na conta de Yoshida solicitando que o presidente da empresa entre em contato através do site da OurMine para que sua conta seja devolvida. Caso o executivo não se sinta seguro em acessar o site, o grupo também informou um e-mail para contato. Nas mensagens, os hackers ainda afirmaram que não são "um grupo de hackers", mas sim um "grupo de segurança" e aproveitaram para provocar Yoshida ao postarem um tweet com a hashtag "#Xbox4ever".

Assim como no caso de outros ataques contra personalidades importantes da tecnologia, como Mark Zuckerberg (CEO do Facebook), Marissa Mayer (CEO do Yahoo) e Jack Dorsey (CEO do Twitter), a OurMine disse que estava apenas realizando testes de segurança na conta do presidente da Sony Worldwide Studios. É provável que as informações utilizadas para acessar a conta no Twitter do executivo tenham sido extraídas do vazamento de contas do LinkedIn.

Há algum tempo, o grupo alega estar tentando vender seus serviços de segurança digital e utilizando-se de ataques a famosos para ganhar notoriedade. Quanto aos sucessivos ataques aos perfis do Twitter, especialistas em segurança têm advertido os usuários a não utilizarem a mesma senha da rede social em outros serviços e que sejam criteriosos em permitir que aplicativos de terceiros se conectem ao Twitter.

Via TechnoBuffalo

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.