Servidores da Opera são hackeados; contas de usuários foram comprometidas

Por Sérgio Oliveira | 27.08.2016 às 20:13

A Opera confirmou nesta sexta-feira (26) que seus servidores de cloud foram hackeados e dados sensíveis de clientes que têm conta e utilizam o Sync podem ter sido comprometidos e expostos.

Em comunicado oficial, a companhia explicou que a ofensiva dos cibercriminosos ocorreu nesta semana, mas "foi rapidamente bloqueada". Apesar dos esforços, "alguns dados, incluindo as senhas e informações de contas de alguns clientes do Sync, podem ter sido comprometidos", explicou.

Na tentativa de evitar uma catástrofe maior ainda, a desenvolvedora do navegador homônimo decidiu por redefinir todas as senhas de quem tem uma conta no serviço. E-mails explicando o ocorrido foram enviados a todos os usuários. Na mensagem, eles também são instruídos a criarem uma nova senha o mais rapidamente possível.

Embora todas as senhas roubadas pelos crackers estivessem armazenadas com algum nível de criptografia, chama a atenção o fato de eles terem obtido acesso também a detalhes de cada conta. De posse de todas essas informações, há uma chance, ainda que remota, de eles conseguirem descriptografar as senhas - por isso da urgência de redefinir as credenciais.

Acredita-se que um total de 1,7 milhão de pessoas tenha tido seus dados subtraídos na ação criminosa. Se você é usuário do serviço, pode redefinir sua senha clicando aqui. Do contrário, pode ficar sossegado e continuar curtindo o fim de semana de boa.

Fonte: Opera Blog, Android Authority