Ransomware destrói provas e afeta infraestrutura da cidade de Atlanta, nos EUA

Por Felipe Demartini | 07 de Junho de 2018 às 12h21
WCCF Tech

Representantes da prefeitura de Atlanta, nos Estados Unidos, revelaram nesta semana que a cidade foi vítima de um grande ataque de ransomware em março e que ele resultou na perda de evidências e arquivos importantes de processos já finalizados ou ainda em andamento. De acordo com representantes do município, pelo menos um terço da infraestrutura da administração municipal foi atingida, com a maior gravidade sendo registrada nos setores policial e judiciário.

O modus operandi do ataque é o mesmo com o qual estamos acostumados. Os terminais foram infectados de maneira não divulgada pela prefeitura, com o grupo hacker responsável, identificado apenas como SamSam, solicitando um pagamento de cerca de US$ 50 mil em bitcoins, que não foi realizado pela administração pública.

O estrago, então, foi grande. De acordo com Felicia Moore, presidente do conselho de administração de Atlanta, 140 aplicações usadas pela prefeitura ficaram indisponíveis, de forma total ou parcial, durante o ataque. Desse total, 30% eram “críticos” para o fornecimento de serviços essenciais, o que levou a transtornos para a população. Além disso, equipamentos e computadores também foram perdidos.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

O escritório do Procurador Geral, por exemplo, conseguiu recuperar apenas seis dos 77 computadores em seus sistemas, que tiveram que ser substituídos. O mesmo valeu para as cortes municipais, que ficaram fechadas entre duas a três semanas, de acordo com o tamanho do estrago, enquanto aconteciam tentativas de recuperação de documentos e arquivos relacionados a processos.

No total, a estimativa da prefeitura de Atlanta é que dez anos de documentos tenham sido perdidos, em sua maioria gravações de câmeras colocadas nos painéis de carros de polícia, essenciais para muitas das ações contra criminosos e organizações que atuavam na cidade. A prefeitura, entretanto, evitou comentar sobre a possibilidade de o ataque ter sido direcionado, com o intuito de destruir evidências.

Apesar da perda de documentos importantes, as autoridades esperam que as ações criminais em andamento não sejam afetadas pelo ataque, uma vez que outras evidências, não comprometidas pelo ransomware, podem compensar o desaparecimento de arquivos de vídeo. A polícia garante que nenhum criminoso deve ter um processo virado em seu favor por conta do golpe sofrido pela administração pública.

A notícia foi dada em uma reunião do conselho municipal relacionada ao orçamento da cidade. A expectativa da prefeitura é de que cerca de US$ 9,5 milhões sejam gastos no processo de recuperação de equipamentos, arquivos e serviços essenciais. Desse total, US$ 2 milhões já foram usados no que o secretário de finanças de Atlanta, John Gaffney, chamou de “fase de recuperação”. Ele também alertou que a cifra total é uma estimativa, que pode crescer na medida em que os especialistas locais analisam os danos e o que será necessário para finalizar o processo.

Fonte: BBC

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.