Mark Zuckerberg é hackeado pela terceira vez neste ano

Por Redação | 16.11.2016 às 16:46

Pela terceira vez neste ano, o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, teve um de seus perfis em redes sociais hackeado. Mais uma vez, o grupo de hacker OurMine reivindicou crédito pelo ataque. Esse caso nos faz lembrar o ditado popular que diz: casa de ferreiro, espeto de pau.

O alvo da vez foi a conta do executivo no Pinterest, que já havia sido invadida pelo mesmo grupo há alguns meses. Na ocasião, o perfil de Zuckerberg no Twitter também foi hackeado pelo OurMine.

Em junho, época em que aconteceram os ataques, acreditava-se que a reutilização de senhas era a causa do problema. Afinal, mesmo sendo o CEO de uma grande empresa de tecnologia, Zuck parece também fazer parte do grupo de mortais que tem preguiça de criar diferentes senhas.

Rumores também deram conta de que o OurMine usou as credenciais que foram expostas em um enorme vazamento do LinkedIn, que deu detalhes sobre mais de 117 milhões de usuários da plataforma. No entanto, parece que dessa vez o caso foi diferente. O grupo alega ter descoberto uma vulnerabilidade no Pinterest que lhes permitiu sequestrar a conta de Zuckerberg.

Como parte do ataque, eles trocaram o texto da biografia do CEO e escreveram a seguinte mensagem: "hey, é o OurMine, não se preocupe, nós estamos apenas testando a sua segurança, por favor entre em contato conosco para falarmos mais a respeito disso e ajudá-lo a manter suas contas seguras".

Apesar da recorrência, Zuckerberg não é o único figurão do setor de tecnologia a cair nas mãos do OurMine. Nomes como Sundar Pichai, CEO do Google; Marissa Mayer, do Yahoo; e Travis Kalanick, da Uber, também tiveram suas contas hackeadas pelo grupo. Os sites Buzzfeed e Variety também sofreram ataques assinados por eles.

Via Fortune