HandBrake para Mac é infectado por malware; saiba como resolver

Por Redação | 10 de Maio de 2017 às 16h32

Os malwares atacam de todas as formas, mesmo em softwares repletos de segurança. Nesta quarta-feira (10), os desenvolvedores do HandBrake (famoso transcoder de vídeo para Mac) anunciaram que o programa foi atacado por hackers, colocando os usuários do macOS, da Apple, em risco. De acordo com as informações, os invasores conseguiram infectar o sistema das pessoas que fizeram download e executaram o software.

Segundo os responsáveis pelo HandBrake, a versão adulterada do programa ficou no ar entre os dias 2 e 6 de maio, mas apenas o servidor secundário, mirror, foi atacado. Felizmente, o problema foi rapidamente resolvido, mas os usuários que rodaram o arquivo têm 50% de chance de terem suas máquinas infectadas pela variação de um cavalo de troia, chamado OSX.Proton, que dá acesso aos dados da vítima e instala outros arquivos maliciosos.

Para que os usuários do software saibam se a versão instalada é adulterada, o HandBrake orienta que o usuário verifique se há um programa chamado "Activity_agent" em execução. Em caso positivo, o vírus deve ser removido através de dois comandos em uma janela de terminal, além da remoção de uma pasta:

Ao abrir o terminal, execute os comandos:

launchctl unload ~/Library/LaunchAgents/fr.handbrake.activity_agent.plist
rm -rf ~/Library/RenderFiles/activity_agent.app

Caso a pasta ~/Library/VideoFrameworks/ apresente o arquivo proton.zip, ela deve ser removida.

Outra orientação dos desenvolvedores é que, depois da conclusão desses passos, o usuário remova todos os arquivos relacionados, inclusive o próprio "Handbrake.app". O usuário pode baixar uma nova versão do aplicativo e instalá-la novamente após a remoção do programa comprometido.

Via G1

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.