Hackers invadem Twitter de programa da Fox para aplicar golpes com criptomoedas

Por Felipe Demartini | 24 de Julho de 2018 às 12h47
Tudo sobre

Twitter

Hackers ainda não-identificados invadiram o perfil no Twitter da série Almost Human, da Fox, e estão usando seu alcance para aplicar golpes com criptomoedas. São duas as personalidades roubadas aqui: a primeira é a do próprio seriado, produzido por J.J. Abrams e cancelado em 2014 após uma única temporada, e a segunda de Justin Sun, fundador da Tron, uma startup asiática que trabalha com blockchain.

Os hackers estariam usando tal alcance para oferecer moedas virtuais de graça e realizar ofertas voltadas para o roubo de valores. No que mais impressiona, o perfil estaria comprometido desde o dia 21 de julho (e permanece sob o controle dos criminosos no momento em que esta reportagem é escrita), sem que a Fox, responsável pelo seriado, tenha tomado qualquer atitude para recuperá-la.

Twitter da série Almost Human estaria sob controle de hackers desde 21 de julho, para publicação de golpes com criptomoedas (Imagem: Reprodução/Felipe Demartini)

Apesar de falar abertamente sobre a Tron e até compartilhar links oficiais relacionados a ela, o grosso da atuação do perfil roubado está relacionado aos golpes. Endereços de carteiras são disponibilizados para que usuários incautos realizem “investimentos” ou participem de sorteios que, normalmente, envolvem o envio de uma pequena quantidade de dinheiro para obtenção de uma soma bem maior. De acordo com o que foi publicado na imprensa internacional, entretanto, as tentativas não estariam dando muito certo, com nenhum fundo tendo sido transferido para as contas publicadas.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Ainda assim, trata-se de uma grave brecha de segurança, principalmente devido ao fato de os hackers terem mantido o selo de verificação da conta original. De acordo com os termos de uso, os usuários verificados podem alterar nomes, imagens de exibição e planos de fundo desde que não alterem o endereço de seus perfis – o que explica porque os hackers assumiram a identidade de Sun, mas não alteraram a URL da conta, que se mantém relacionada a Almost Human.

Esta é, também, uma tática comum. A tentativa de ludibriar usuários por meio do roubo de identidade de personalidades é uma tática comum em golpes desse tipo, pela qual, inclusive, o próprio Twitter é bastante criticado. Para os entusiastas do setor, a rede social age pouco em relação a golpes desse tipo, não assumindo postura alguma contra os perfis falsos e o compartilhamento massivo de links comprometidos.

Até Elon Musk, CEO da Tesla Motors e da SpaceX, já foi alvo de golpes desse tipo – e o próprio chamou atenção a isso por meio do Twitter. Seu nome é um dos mais associados a golpes envolvendo a suposta “doação” de bitcoins ou ether, com direito até mesmo a replies enviados ao perfil oficial do empreendedor para aumentar seu alcance. Nos últimos dias, por exemplo, os crimes vêm sendo associados à seu pedido de desculpas por ter chamado um dos mergulhadores envolvidos no resgate aos garotos da Tailândia de pedófilo.

Fonte: The Next Web

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.