Hacker divulga dados de mais de 1,5 milhão de gamers da ESEA

Por Redação | 10 de Janeiro de 2017 às 17h13

O ano mal começou e os hackers já começaram seus ataques em grande escala. Depois de uma ameaça inicial em 27 de dezembro, um hacker revelou que iria publicar na internet os dados de toda uma comunidade de e-sports, a ESEA, a menos que recebesse US$ 100 mil. Mas a liga por trás da comunidade gamer decidiu não negociar com os golpistas.

Depois de 12 dias, o hacker resolveu cumprir o prometido e publicou na internet as informações de 1,5 milhão de usuários da ESEA, de acordo com o LeakedSource. Segundo a comunidade, os dados incluem nomes completos, endereços de emails, senhas, perguntas e respostas de segurança, posts em fóruns, mensagens privadas, números de telefone e endereços de IP dos jogadores.

As senhas foram encriptadas com bcrypt, segundo a ESEA, o que as torna extremamente difíceis de se quebrar. No entanto, é possível que algumas pessoas consigam acessar algumas contas apenas no método da tentativa e erro. Um usuário revelou que sua conta foi comprometida e que conseguiram alterar sua senha.

A ESEA publicou um comunicado explicando o ocorrido, e que se recusou a pagar a quantia desejada pelo cibercriminoso. Além disso, a comunidade gamer ainda explicou que achou melhor "compartilhar o incidente com as autoridades e toda a comunidade para que cada usuário pudesse tomar medidas cabíveis para proteger sua conta".

O banco de dados que foi comprometido já foi isolado e corrigido pela equipe da ESEA, mas mesmo assim a comunidade recomenda que todos os usuários alterem suas senhas, bem como as perguntas e respostas de segurança.

Fonte: LeakedSource

Via Mashable

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.