Grupo hacker divulga vírus supostamente criado pela NSA

Por Redação | 10 de Abril de 2017 às 19h05
photo_camera Divulgação

A Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos (NSA) é, sem dúvida, uma das instituições governamentais mais polêmicas dos últimos anos. Envolvida em um enorme escândalo de espionagem global revelado por Edward Snowden em 2013, a NSA está novamente no centro de uma controvérsia. Isso porque um grupo de hackers divulgou um vírus que supostamente teria sido desenvolvido nos laboratórios da agência.

A equipe conhecida como Shadow Brokers havia tentado vender as senhas de acesso a um pacote criptografado durante um leilão virtual no sábado (8). Dado o insucesso da empreitada, o grupo resolveu publicar o malware #EQGRP e o acesso a ele na internet em forma de protesto contra o presidente Donald Trump. Mais especificamente, os hackers se manifestaram contra a saída de Steve Bannon do conselho nacional de segurança dos EUA e também os ataques perpetrados pelo país norte-americano contra a Síria.

Além de divulgar o vírus e as chaves de acesso a ele, os hackers incluíram no pacote ainda uma lista com supostos alvos de hacking por parte da NSA, como Segundo o especialista em segurança Ivan Novikov, o conteúdo divulgado pelos hackers é verídico, porém não se trata de um material recente da NSA.

Uma nova Guerra Fria ou trabalho interno?

Os hackers alegam em uma postagem divulgada no Medium que “não são fãs de Putin ou da Rússia”, mas alguns especialistas discordam desta alegação. Um deles é Jake Willian, presidente da empresa de segurança digital Rendition Infosec, que acredita que o grupo é “provavelmente uma frente de — ou está infiltrado por — cibergrupos russos.”

Contudo, outros especialistas no tema acreditam ser pouco provável que haja envolvimento oficial da Rússia nesta divulgação. “Se a Rússia tivesse roubado as ferramentas de hacking, não faria sentido dar publicidade ao roubo, muito menos colocá-las à venda”, explica o especialista em segurança digital James Bramford em artigo para a agência Reuters.

Para ele, o “vazamento” que levou os arquivos da NSA — que ainda não se posicionou publicamente sobre o caso — aos hackers pode ser um “trabalho interno”. Isto é, na sua visão, o mais provável é que o Shadow Brokers tenham alguém infiltrado na NSA.

Via BBC

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.