Governo dos EUA sofre o que pode ter sido pior ataque hacker da história

Por Redação | 05 de Junho de 2015 às 12h51

Hackers invadiram computadores do governo dos Estados Unidos esta semana e comprometeram os dados pessoais de cerca de 4 milhões de empregados federais atuais e antigos. As autoridades responsáveis estão investigando o caso e já alegam que a invasão foi proveniente de hackers baseados na China.

No mais recente capítulo de uma série de invasões em sistemas de alta tecnologia de agências norte-americanas, o Escritório de Gestão de Pessoal (OPM) sofreu o que parece ser uma das maiores violações de informações sobre os funcionários do governo. O OPM lida com registros de trabalhadores do governo e folgas asseguradas. As agências envolvidas não especificaram exatamente que tipo de informação foi acessada.

Uma fonte interna do governo dos EUA disse à agência de notícias Reuters que os investigadores acreditam que uma "entidade ou governo estrangeiro" está por trás do ataque, e as autoridades já investigam uma possível conexão chinesa com o acontecimento. "Isso geralmente é feito por criminosos, mas com base em seu comportamento, acreditamos que esses são atos de espionagem", disse John Hultquist, do iSight Partners.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Hong Lei, porta-voz da chancelaria chinesa, saiu em defesa do país dizendo que tais acusações se tornaram frequentes nos últimos tempos e alega que elas são irresponsáveis e não científicas.

Os últimos meses têm sido marcados por uma série de violações de dados em massa que afetaram milhões de norte-americanos. Dezenas de milhões de registros podem ter sido perdidos durante esses ataques. Especialistas dizem que a semelhança dos métodos utilizados, os servidores e os hábitos dos invasores apontam para um grupo patrocinado por um governo.

A China tem negado rotineiramente as acusações promovidas por investigadores norte-americanos de que os hackers estavam sendo apoiados pelo seu governo para atacar empresas dos Estados Unidos e agências federais.

Fonte: Reuters
Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.