Brasil está entre os dez países com mais ataques de negação de serviço

Por Redação | 15 de Fevereiro de 2016 às 13h20

O mais recente relatório sobre ataques de negação de serviço desenvolvido pela Nexus guard coloca o Brasil na sexta posição de um ranking de países que mais foram alvo desse tipo de golpe. De acordo com o levantamento, mais de 3,6 mil tentativas de DDoS foram registradas por aqui no último trimestre de 2015, um total que nos coloca à frente de países como a Alemanha, por exemplo.

Apesar disso, o número de ataques registrados no Brasil ainda é bem menor que os vistos no topo do ranking. E isso acontece, principalmente, por uma tendência interessante identificada pela Nexusguard – entre outubro e dezembro de 2015, os golpes de DDoS foram motivados mais por tensões e inimizades políticas do que efetivamente por tentativas de interromper os serviços de companhias.

Foi isso que, por exemplo, colocou a Turquia no topo dessa lista, com mais de 118 mil golpes do tipo identificados. Mais do que isso, esse total foi registrado em pouco menos de um mês e meio, entre 13 de novembro e 27 de dezembro do ano passado, com o crescimento das tensões entre o país e a Rússia, uma nação que já é velha conhecida quando se fala em ataques desse tipo.

Assista Agora: Saiba quais são os 5 maiores problemas das empresas brasileiras e comece 2019 em uma realidade completamente diferente.

Em segundo lugar, estão os Estados Unidos, que sempre aparecem na lista, com pouco mais de 31 mil golpes identificados. Na sequência vem a China (17,6 mil), França (5,7 mil) e Grã-Bretanha (4 mil). Alemanha, Russia, Canadá e Áustria completam a lista dos dez países que mais receberam ataques.

É importante lembrar que os números indicam tentativas, e não necessariamente golpes bem-sucedidos. Para chegar aos resultados, a Nexusguard analisou a rede em busca de vetores de ataques ou de diversos IPs, em sequência, acessando muitas vezes um mesmo domínio de forma simultânea. A eficácia desse tipo de ação, entretanto, depende da força dos servidores que estão recebendo o alto volume de acessos, e eles podem ou não acabar saindo do ar.

Para a Nexusguard, as questões de política cada vez mais serão grandes motivadores para a realização de ataques DDoS. O governo brasileiro, por exemplo, foi alvo de golpes desse tipo durante o primeiro fim de semana de fevereiro, que derrubaram o site da Presidência da República e causaram lentidão em outros domínios, como os da Polícia Federal, Ministério Público e Receita Federal.

Fonte: Nexusguard

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.