Anonymous divulga documentos comprovando "tretas" de Michel Temer e José Yunes

Por Redação | 24 de Fevereiro de 2017 às 20h07

O Anonymous ataca novamente: a célula brasileira do grupo hacktivista divulgou hoje, em sua página no Facebook, um comunicado afirmando que divulgou na rede vários documentos que comprovam atividades suspeitas entre Michel Temer e o ex-deputado (e amigo próximo do presidente) José Yunes, acusado pela Lava-Jato.

Veja a mensagem do Anonymous Brasil na íntegra, com link para os documentos e informações:

Saiba mais: 'Panama Papers' é o maior caso de vazamento de dados da história

Segundo os hackers, os documentos comprovam as relações entre as off-shores citadas no Panama Papers e membros do alto escalão da política e da economia brasileiras. São elos entre Michel Temer, seu amigo José Yunes (e seus filhos e bancos investigados na operação), José Roberto Marinho (Rede Globo), Antônio Augusto Amaral de Carvalho Filho (Grupo Joven Pan), Alberto Domingues Von Ilhering de Azevedo (Track&Field) e vários laranjas envolvidos nos esquemas de propina, lavagem de dinheiro e caixa dois.

O grupo também comunica que este é apenas um dos vazamentos e que publicará um vídeo explicando todos os detalhes contidos nos documentos. O vazamento vem a tempo com as principais notícias do dia no mundo da política. Nesta sexta-feira (24), Yunes alegou que nunca operou dinheiro de campanha para o PMDB. Horas depois, Michel Temer admitiu a interlocutures próximos que foi informado sobre a visita de Lúcio Bolonha Funaro ao escritório de José Yunes.

Fonte: Anonymous Brasil (Facebook)