Anonymous derruba site da Nissan em protesto contra caça às baleias no Japão

Por Redação | 14 de Janeiro de 2016 às 10h16

O site global da Nissan Motor foi derrubado na manhã desta quarta-feira (13), tornando-se o mais recente entre dezenas de ataques a organizações que estão na mira de ativistas. Hackers que se dizem afiliados ao grupo Anonymous assumiram a responsabilidade pela invasão a sites de empresas e agências governamentais do Japão.

Supostamente, a campanha dos hackers é uma forma de protestar contra a caça de baleias no Japão. Apesar de confirmar que seu site ficou fora do ar, a Nissan destacou que não tem nenhuma conexão com o ato de matar baleias. De acordo com o Anonymous, até agora os hackers já derrubaram diversas páginas, entre elas o site pessoal do primeiro-ministro Shinzo Abe, do museu baleia e de um resort que exibe golfinhos.

"Devido a um potencial ataque de negação de serviço, estamos suspendendo temporariamente os serviços em nossos sites para evitar maiores riscos", disse Dion Corbett, um porta-voz da Nissan. "A Nissan realiza monitoramentos constantes e toma medidas agressivas para garantir a proteção de seus sistemas de informação e todos os seus dados".

Apesar do protesto de diversos ativistas, organizações ambientais e celebridades, a caça às baleias e golfinhos no Japão continua. Tantos anos da prática fizeram com que diversas espécies ficassem em vias de extinção e desencadeou uma campanha internacional para salvar os animais. Desde 1986, a caça às baleias é proibida no Japão, mas ainda assim são relatadas milhares de mortes na região.

Via Bloomberg

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.