Anonymous consegue hackear dados pessoais de membros do COP21

Por Redação | 04 de Dezembro de 2015 às 14h12

A ONU confirmou que hackers afiliados ao grupo Anonymous tiveram acesso a dados pessoais de mais de 1.000 funcionários e oficiais que participam das negociações para tentarem um acordo mundial para limitar o aquecimento global no COP21, em Paris.

O Anonymous afirma que o site da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC) foi violado em protesto às prisões efetuadas durante uma manifestação sobre mudança climática realizada em Paris no domingo (29). As manifestações foram proibidas devido às preocupações de segurança depois dos ataques terroristas que aconteceram no mês passado.

Os dados em poder do grupo de hacker incluem nomes, números de telefone, endereços de e-mail e senhas de 1.415 funcionários, incluindo delegações dos Estados Unidos, Reino Unido, China, Alemanha, França e dezenas de outros países. Especialistas em segurança cibernética afirmaram que os hackers provavelmente exploraram uma vulnerabilidade SQL para conseguirem ter acesso aos dados.

O pesquisador de segurança da Universidade de Oxford, Oliver Farnan, declarou que o ataque do grupo demonstra "falta de foco na segurança". "O ataque específico que foi usado é uma vulnerabilidade conhecida", explicou.

"Nós poderíamos desconfigurar o site, mas isso não vai prejudicá-los. Esses ataques não são apenas contra a brutalidade policial, eles também são contra a COP21 para apoiar a Mobilização Mundial pelo Clima", disse um membro do Anonymous.

Fonte: International Business Times

Fonte: http://www.businessinsider.com/anonymous-leaks-the-personal-information-of-over-1000-officials-at-paris-climate-talks-2015-12?utm_source=feedly&utm_medium=referral

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.