Sites do The New York Times e do Twitter sofrem ataque hacker

Por Redação | 28.08.2013 às 13:09

Sites de empresas como o jornal The New York Times, Twitter e o The Huffington Post sofreram ataques de hackers nesta terça-feira (27). Os invasores afirmam pertencer ao Syrian Electronic Army (Exército Eletrônico Sírio, em tradução livre). O grupo hacker, que muitos alegam ser pró-regime sírio e a favor do presidente Bashar Al-Saad, assumiu a responsabilidade pelos ataques em mensagens publicadas em seu perfil no Twitter. As informações são da agência de notícias Reuters.

Especialistas em segurança afirmaram que registros eletrônicos mostraram que quem tentava acessar o NYTimes.com, única página que ficou cerca de uma hora completamente fora do ar, era redirecionado para um servidor controlado pelo grupo sírio. Com base em uma avaliação inicial, Eileen Murphy, porta-voz do New York Times Co, afirmou que "a questão é mais provável que seja resultado de um ataque externo malicioso".

O ataque ao The Huffington Post ficou limitado ao seu endereço britânico e o Twitter informou que enfrentou problemas de disponibilidade de seu serviço por cerca de 90 minutos, mas que nenhuma informação dos seus usuários foi comprometida. O SEA teria conseguido controlar os sites depois de penetrar no sistema do MelbourneIT, provedor australiano de serviços de internet que vende e administra domínios, incluindo o Twitter.com e o NYTimes.com.

Ainda em agosto, hackers que promoviam o Syrian Electronic Army atacaram ao mesmo tempo as páginas da CNN, Time e do jornal The Washington Post, rompendo um serviço terceirizado que é utilizado por esses sites.