Polícia prende holandês suspeito do maior ataque DDoS de todos os tempos

Por Redação | 26.04.2013 às 18:22

As autoridades de Barcelona, na Espanha, prenderam um holandês suspeito de estar por trás de um dos maiores ciberataques que já atingiu a web. O homem tem 35 anos e foi detido após um pedido do Ministério Público da Holanda.

De acordo com as notícias da BBC News, acredita-se que este homem seja Sven Kamphuis, o proprietário e gerente da empresa de hosting Cyberbunker. As autoridades estão planejando transferi-lo para seu país de origem.

O ataque do qual ele está sendo acusado aconteceu no final de março e atingiu toda a rede mundial de computadores. O caso foi considerado como o maior ataque DDoS da história e afetou alguns serviços populares, como a Netflix.

Saiba mais: Internet sofre o maior ataque DDoS de todos os tempos

A BBC disse que as autoridades de Barcelona estavam agindo a pedido de um promotor público holandês, que só iria identificar o suspeito como "SK". A polícia também revistou a casa em que ele estava hospedado e confiscou computadores, telefones e discos rígidos.

Diversos veículos já haviam noticiado anteriormente que a empresa de hospedagem Cyberbunker poderia estar por trás do ataque contra a Spamhaus, uma organização anti-spam. O nome de Kamphuis surgiu entre os suspeitos pois, recentemente, o endereço do Cyberbunker tinha entrado para a lista negra da Spamhaus. Na época, o próprio empresário disse à BBC que a empresa estava abusando do seu poder e tentando "vetar" o que acontece na internet.