Novo malware encontrado no Skype 'sequestra' arquivos dos usuários

Por Redação | 08.10.2012 às 18:08

Um novo software malicioso está se espalhando pela rede. Alguns usuários do Skype relataram ter recebido as mensagens infectadas de amigos de sua lista de contatos. Segundo o pesquisador Rik Ferguson, da Trend Micro, por enquanto a mensagem de engenharia social tem sido vista em duas línguas: inglês e alemão.

O conteúdo da mensagem - em ambas as línguas - diz algo parecido com 'Essa é sua nova foto do perfil?'. Caso a pessoa clique no link, estará sujeita a ter sua máquina bloqueada e ainda receber um pedido de resgate dos hackers. Os cibercriminosos pedem US$ 200 (cerca de R$ 400) em até 48 horas para devolver os arquivos 'sequestrados'.

O ataque funciona da seguinte maneira: o usuário do Skype recebe um link de algum amigo de sua lista, depois a URL encurtada o redireciona para um download no Hotfile.com, que puxa um arquivo chamado 'Skype_todaysdate.zip'. Ele contém um único arquivo executável, responsável por infectar a máquina.

O malware ainda está sob a investigação de especialistas em segurança, mas eles já alertam sobre o perigo de links inesperados e desconhecidos.

Os especialistas sempre dizem que, em primeiro lugar, assim como acontece nos casos de sequestro na vida real, as pessoas não devem pagar em hipótese alguma o valor exigido pelos cibercriminosos. É bem provável que, mesmo pagando, os dados continuem bloqueados.

Para não correr riscos, lembre-se sempre de fazer backups de seus arquivos e de manter seu antivírus atualizado.