McAfee Labs prevê declínio do Anonymous em 2013

Por Redação | 28 de Dezembro de 2012 às 13h18

A empresa de segurança McAfee Labs divulgou nesta sexta-feira (28) seu relatório anual com previsões de ameaças para o próximo ano, com estimativas do que o mundo poderá sofrer com vírus e malwares. E neste ano, a empresa acredita em uma redução significativa dos ataques do grupo de hackativistas Anonymous e um aumento na frequência e sofisticação dos malwares que atacam aparelhos móveis.

No último ano, a McAfee afirmou que a presença do Anonymous e de outras organizações de hacktivismo no mundo todo iriam evoluir, e agora a companhia acredita que as ameaças e ataques serão organizados por grupos mais homogêneos e politizados. Apesar do declínio das atividades previsto pela empresa, o Anonymous ainda deve realizar algumas ações de grande visibilidade nos próximos meses, afirmam os especialistas da McAfee.

"Os simpatizantes do Anonymous estão sofrendo. Ações descoordenadas e incertezas estão sendo prejudiciais à sua reputação. Somado a isso, a desinformação, afirmações falsas e puras ações de hackers tornará o movimento menos visível politicamente do que no passado. Pelo fato do nível de sofisticação técnica do Anonymous ter estagnado e suas táticas serem bem conhecidas pelos seus alvos, o nível de sucesso do grupo irá declinar. No entanto, podemos imaginar algumas ações de curta duração espetaculares devido à convergência dos hacktivistas e simpatizantes da antiglobalização, ou hackativistas e ecoterroristas", sentenciou a empresa.

Anonymous

A empresa prevê a atuação de grupos extremistas menores

A empresa também acredita que pequenos grupos extremistas deverão agir ao longo do próximo ano para prejudicar infraestruturas de sociedades democráticas, tornando suas táticas mais agressivas e sofisticadas. O relatório prevê um aumento de ações com o malware Stuxnet, que visa desestabilizar estruturas industriais ao invés de roubar dados.

Quando o assunto é o mercado móvel, a McAfee Labs prevê que as ações para roubo de dados do usuário e informações bancárias irão aumentar em 2013. Trojans capazes de comprar aplicativos na loja do sistema operacional sem que o usuário saiba e ransomwares, que bloqueiam o aparelho até que o usuário pague uma taxa ao hacker, serão muito comuns em dispositivos móveis como smartphones e tablets.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.