Ladrões utilizam pendrive para infectar e esvaziar caixas eletrônicos na Europa

Por Redação | 03.01.2014 às 09:30

Segundo informado pela BBC, ladrões estão usando uma nova técnica para roubar caixas eletrônicos na Europa: enquanto aqui no Brasil a moda é explodir os terminais, por lá os bandidos abrem um buraco no equipamento para ter acesso às portas USB e inserem um pendrive que infecta o sistema operacional da máquina, que é o Windows.

A partir de então, os golpistas digitam uma senha numérica de 12 dígitos no teclado, e a interface alternativa aparece. Depois disso, um novo código deve ser informado, baseado em um conjunto de números mostrados na tela, e o mesmo deve ser obtido por telefone, de algum outro membro da quadrilha.

O sistema mostra o valor total disponível no terminal, bem como o valor em cada tipo de cédula, e com isso os ladrões podem focar nas notas de maior valor, para diminuir o tempo de operação e o volume de dinheiro carregado.

Após abrir o buraco no terminal e instalar o software, a quadrilha fechava e mascarava a abertura, para que pudesse utilizar os mesmos terminais várias vezes sem serem detectados. O esquema foi descoberto quando um banco notou que alguns de seus caixas eletrônicos estavam sendo esvaziados regularmente, e aumentou a vigilância nas estações.

Após descoberto o esquema, técnicos analisaram o malware e relataram que os ladrões possuem um conhecimento profundo do funcionamento dos ATMs, o que pode indicar que tenham tido ajuda de funcionários de dentro de bancos ou até mesmo trabalhem para algum.