Hackers invadem site do Dalai Lama

Por Redação | 08 de Dezembro de 2012 às 15h02

Nem os líderes religiosos do budismo tibetano escapam dos ataques dos hackers. O site Gyalwarinpoche.com foi atacado e está enviando um novo tipo de malware, conhecido como Dockster, que age através do plugin Java. Além de utilizar o Java para se disseminar, o malware também pode atacar computadores com sistema operacional Windows com cavalos de troia. Saiu no DailyDot.

Quem descobriu o novo malware foi a equipe da empresa de segurança na web F-Secure. O site parece estar intimamente ligado ao Dalai Lama por utilizar o mesmo nome que o líder religioso usa em seu canal do YouTube. Além disso, as informações de Whois são bastante semelhantes, inclusive, por listarem o registro como feito pelo "Escritorio de HH, o Dalai Lama". E ainda compartilha o mesmo endereço de quem registrou o site oficial do líder religioso.

Ninguém sabe quem invadiu o site do mais alto nome do budismo tibetano, mas é possível que tenham sido hackers chineses. Não é a primeira vez que os chineses estariam tentando invadir sites fortes relacionados ao governo tibetano.

A China é conhecida por utilizar ataques de hackers amadores e profissionais para invadir grupos que possuem informações relevantes ou que estejam realizando atividades contrárias ao seu governo. Mas, por enquanto, essas afirmações não passam de suspeitas.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.