Hackers invadem site do Dalai Lama

Por Redação | 08 de Dezembro de 2012 às 15h02

Nem os líderes religiosos do budismo tibetano escapam dos ataques dos hackers. O site Gyalwarinpoche.com foi atacado e está enviando um novo tipo de malware, conhecido como Dockster, que age através do plugin Java. Além de utilizar o Java para se disseminar, o malware também pode atacar computadores com sistema operacional Windows com cavalos de troia. Saiu no DailyDot.

Quem descobriu o novo malware foi a equipe da empresa de segurança na web F-Secure. O site parece estar intimamente ligado ao Dalai Lama por utilizar o mesmo nome que o líder religioso usa em seu canal do YouTube. Além disso, as informações de Whois são bastante semelhantes, inclusive, por listarem o registro como feito pelo "Escritorio de HH, o Dalai Lama". E ainda compartilha o mesmo endereço de quem registrou o site oficial do líder religioso.

Ninguém sabe quem invadiu o site do mais alto nome do budismo tibetano, mas é possível que tenham sido hackers chineses. Não é a primeira vez que os chineses estariam tentando invadir sites fortes relacionados ao governo tibetano.

A China é conhecida por utilizar ataques de hackers amadores e profissionais para invadir grupos que possuem informações relevantes ou que estejam realizando atividades contrárias ao seu governo. Mas, por enquanto, essas afirmações não passam de suspeitas.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.