Pirate Bay e Wikileaks: hackers atacam sites do governo na Suécia em protesto

Por Redação | 03 de Outubro de 2012 às 16h52

Hackers suecos se revoltaram contra a visita da polícia aos escritórios de uma empresa de hospedagem on-line, a PRQ, que ganhou fama no mundo por hospedar o serviço de compartilhamento de arquivos 'The Pirate Bay', em Estocolmo. Os cyberativistas invadiram dois sites do governo sueco, derrubando um deles e deixando links para mensagens contra ações policiais em outro. As informações são do jornal irlandês The Journal.

Para servir de alerta, um vídeo supostamente elaborado pelo grupo Anonymous foi publicado no YouTube, alertando as autoridades suecas sobre as possíveis repercussões negativas da operação.

Anders Ahlqvist, porta-voz da polícia, afirmou que o site de um tribunal da Suécia foi sobrecarregado com acessos em massa, provavelmente provocados por bots (robôs), o que acabou derrubando-o. O outro site, que foi inundado com links que levavam a mensagens de protesto, era relacionado à área da saúde no país. Os dois sites atacados pelos hackers já voltaram ao normal.

Vídeo postado no YouTube no dia 1 de outubro

O chefe da PRQ afirmou que a empresa já armazenou em seus servidores o site de compartilhamento de conteúdo pirata, o 'The Pirate Bay', e que ainda hospeda o 'WikiLeaks', de Julian Assange, que ficou famoso por publicar conteúdo confidencial governamental na internet.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.