Hacker que explorava o Heartbleed é preso no Canadá

Por Redação | 17 de Abril de 2014 às 13h00

Um hacker canadense de 19 anos, chamado Stephen Arthuro Solis-Reyes, foi a primeira pessoa a ser presa por explorar a falha de segurança Heartbleed. Ele utilizou o bug para obter quase mil números de identidade de cidadãos do país a partir da Canada Revenue Agency, um órgão do governo responsável por administrar impostos e legislações relacionadas.

Solis-Reyes foi preso em casa e teve seu computador confiscado para futuras investigações. Por enquanto, ele está sendo acusado de obtenção ilegal de dados e uso não-autorizado de computadores de terceiros. Não se sabe ao certo os motivos por trás da obtenção dos dados nem se ele pode ser indiciado por outros crimes. As informações são do site Business Insider.

A falha de segurança e a descoberta de invasão no serviço trouxe um pequeno benefício para os cidadãos canadenses. Devido ao fechamento temporário do site do órgão, os residentes daquele país ganharam uma semana a mais para enviarem suas declarações de imposto de renda, com o prazo agora indo até o dia 5 de maio.

O bug Heartbleed, descoberto há duas semanas, é uma falha no sistema de segurança OpenSSL. Um chamado que certifica que a conexão entre o servidor e o computador do usuário continua ativa pode ser alterado, fazendo com que a infraestrutura responda com outros pacotes de dados, incluindo a própria chave de criptografia. Isso permite a interceptação de dados e obtenção de informações confidenciais.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.