Coreia do Sul afirma que errou ao culpar China por ataque cibernético

Por Redação | 22 de Março de 2013 às 13h18

O governo da Coreia do Sul admitiu nesta sexta-feira (22) que errou ao culpar a China pelos ataques cibernéticos que sofreu nesta semana, afetando os sistemas bancário e de telecomunicações do país. A Comissão de Comunicações da Coreia do Sul afirmou que o endereço de IP de onde o ataque surgiu pertence, na verdade, a um dos computadores da rede do banco Nonhyun, um dos três afetados pela invasão. As informações são da BBC.

"O código malicioso aparentemente começou a se espalhar a partir do servidor do banco Nonhyun e houve registros dele ter sido acessado por alguém naquele momento", afirmou Lee Jae-il, vice-presidente da Agência de Segurança da Internet da Coreia do Sul (KISA). "Nós ainda estamos rastreando alguns endereços de IP duvidosos, que são suspeitos de estarem baseados no exterior".

Além da China, o governo sul-coreano também culpou seu vizinho do norte pelos ataques que aconteceram na última quarta-feira (20). O escritório da presidência da Coreia do Sul continua investigando uma possível relação das autoridades norte-coreanas com os ataques cibernéticos contra seu país - a Coreia do Norte, por sua vez, nega o envolvimento com a invasão.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.