Novo cronograma prevê início do desligamento do sinal analógico para fevereiro

Por Redação | 25 de Janeiro de 2016 às 15h20
photo_camera BRUNO HYPOLITO / CANALTECH

O Ministério das Comunicações (MC) divulgou nesta segunda-feira (25) o novo cronograma oficial para o desligamento do sinal de televisão analógico no país, previsto agora para começar no dia 15 de fevereiro.

A cidade-piloto de Rio Verde (GO) será a primeira a fazer a transição, com um atraso de pouco menos de três meses em relação à data original do switch off, prevista para novembro do ano passado.

Em setembro, no entanto, uma pesquisa do IBOPE indicou que apenas "entre 24% e 53%" dos 55 mil domicílios de Rio Verde teriam condições de continuar assistindo à TV aberta depois do desligamento" — indicando uma situação preocupante para seguir com o cronograma original. O documento do MC mantém como condição para o desligamento da TV analógica que ao menos 93% dos domicílios de um município tenham garantida a recepção do sinal digital.

De acordo com Roberto Pinto Martins, secretário de Comunicação Eletrônica do MC, o ajuste nas datas do desligamento leva em consideração grandes eventos que devem ocorrer no país nos próximos anos. "Teremos as eleições municipais e Olimpíadas neste ano, além de novas eleições e outra copa em 2018. Todos esses eventos têm uma participação fundamental da TV aberta", escreveu no comunicado divulgado hoje.

Brasília será a primeira e única capital a fazer o desligamento neste ano, que ocorrerá em outubro, junto com as nove principais cidades do entorno do Distrito Federal. A partir de 2017, todas as capitais da Região Sudeste (São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Vitória), além das cidades de Goiânia, Salvador, Recife e Fortaleza, também farão a transição. No cronograma original, o desligamento deveria ocorrer em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Goiânia ainda em 2016.

Já em 2018, a transição para o sinal de TV digital incluirá as capitais e grandes cidades das Regiões Sul, Centro-Oeste e Norte, além de todo o interior dos estados do Rio de Janeiro e de São Paulo. Os demais municípios afetados pela transição para o sinal digital serão divulgados em outras portarias do Ministério.

Além das novas datas do switch off, a portaria do Ministério prevê uma intensificação da divulgação de informações sobre o desligamento em redes abertas de televisão. As campanhas terão início um ano antes da data prevista para o desligamento em cada cidade. "A população está informada sobre o desligamento, mas não tem a percepção de que é uma evolução das telecomunicações", afirmou Martins.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.