Fabricante de chips sediada em Minas Gerais pode receber apoio do BNDES em breve

Por Ares Saturno | 08 de Março de 2018 às 18h47

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) concederá novos financiamentos à Unitec Semicondutores, uma empresa privada voltada para a fabricação de chips, fundada em 2012 e sediada na região de Ribeirão das Neves, em Minas Gerais.

Considerada uma das maiores e mais modernas produtoras de semicondutores da América Latina, sua atuação na área de inovação tecnológica faz com que a empresa seja foco prioritário do apoio fornecido pelo BNDES que, além de linhas de financiamento, também participará como acionista por meio do programa de participações acionárias do Banco, o BNDESPar, com participação de aproximadamente um terço da fabricante de chips.

Segundo Paulo Rabello de Castro, presidente do BNDES, o apoio concedido depende do desbloqueio de verbas do BNDES e do BNDESPar ligadas às garantias, como parte das políticas de participação do banco em empresas. Outros acionistas da Unitec Semicondutores incluem a Corporación América, o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), a IBM Corporation, WS-Intecs e Matec Engenharia.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Uma reunião aconteceu na última quarta-feira (7) na Corregedoria-Geral da União, em Brasília, para que lideranças do BNDES e Finep discutissem detalhes sobre a recomposição das garantias da Unitec, que pode receber quantias superiores a R$ 200 milhões. Espera-se, também, que o acordo libere a última parcela da Finep, no valor de R$ 72 milhões.

Atualmente, os principais produtos fabricados pela Unitec Semicondutores são dispositivos IoT voltados para a conectividade e mobilidade urbana, além de sistemas de telegestão para iluminação pública, estacionamentos inteligentes, compartilhamento e rastreamento de bicicletas, coleta de resíduos inteligentes, monitoramentos de enchentes e automação do tráfego. Tudo indica que, dado o apoio do BNDES, o Brasil ganhará uma aliada de peso para soluções voltadas para cidades inteligentes.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.