Eleições em Serra Leoa tiveram sistema de apuração de votos por blockchain

Por Ares Saturno | 15 de Março de 2018 às 16h53

As votações para eleições presidenciais em Serra Leoa aconteceram no dia 7 de março e contaram com uma inovação inédita no mundo: a utilização da tecnologia de blockchain para gerenciamento e contabilização dos votos dos distritos ocidentais do país.

A tecnologia de blockchain utilizada na eleição foi desenvolvida pela empresa suíça Agora. Os eleitores escolheram os candidatos através de cédulas de votação de papel depositadas em urnas de responsabilidade da empresa suíça, que contabilizava de forma anônima e acessível com criptografia por blockchain. O Comitê Eleitoral Nacional da Serra Leoa foi responsável pela identificação dos eleitores.

O uso de blackchain para gerenciamento dos votos tem o intuito de combater as corrupções no sistema eleitoral, que assolam todo o continente africano. A tecnologia fornece maior segurança ao processo de eleições, além de permitir maior transparência aos cidadãos. Com a atualização em tempo real, os eleitores puderam acompanhar a apuração dos votos enquanto eles eram contabilizados, o que aconteceu de forma bastante rápida.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Leonardo Gammar, CEO da Agora, acompanhou pessoalmente a apuração dos votos. "Eu acredito piamente que essa eleição é o início de um movimento eleitoral baseado em blockchain muito maior", confidenciou ele ao site CoinDesk.

Fonte: Business Insider

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.