Siga o @canaltech no instagram

Correios | Bolsonaro cede e pode permitir privatização da estatal

Por Felipe Ribeiro | 22 de Abril de 2019 às 09h33
Divulgação

Uma das estatais com maior grau de reclamações por parte dos consumidores brasileiros entrou no radar de privatizações do Governo Federal. Segundo a agência Reuters, uma fonte interna do Planalto afirma que o presidente Jair Bolsonaro já acena com a possibilidade de permitir a privatização dos Correios. A avaliação, segundo a tal fonte, é de que a empresa ganhará mais liberdade para se modernizar e responder às mudanças no mercado promovidas pelo comércio eletrônico sem a União como controladora.

Em entrevista à GloboNews na semana passada, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que seria "um salto muito grande" apontar que Bolsonaro estaria cedendo na questão da privatização da Petrobras, mas afirmou que o presidente considerou essa possibilidade para uma estatal em particular, sem revelá-la. A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) é a companhia em questão.

Publicamente, Guedes tem insistido que o Governo Federal deve se desfazer de ativos para diminuir a dívida pública, também apontando que o controle excessivo do Estado sobre os negócios abre margem para casos de corrupção nas estatais — como ocorreu na Petrobras, na Caixa Econômica Federal e nos próprios Correios.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.
Paulo Guedes é a favor da privatização dos Correios

Por outro lado, o secretário de Desestatização do Ministério da Economia, Salim Mattar, afirmou que o ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, era um dos principais focos de resistência às privatizações no governo. É justamente a esta pasta que os Correios estão atualmente associados.

Fonte: UOL Economia

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.