Brasscom propõe exploração comercial de software público

Por Redação | 02 de Dezembro de 2016 às 16h38

O presidente da Brasscom, maior entidade do setor de tecnologia da informação (TI) no Brasil, anunciou na quinta-feira, 1º, o interesse das empresas privadas de TI em explorar comercialmente softwares públicos. Segundo a proposta, o governo cederia o direito autoral para empresas privadas buscarem o mercado interessado nessas soluções e, em contrapartida, receberia royalty pela exploração comercial de um bem público.

De acordo com Sergio Paulo Gallindo, esta seria uma forma de o governo induzir o crescimento do setor e aliviaria para os detentores do direito autoral os custos de manutenção da ferramenta, enquanto ela fica disponibilizada no Portal do Software Público.

"Aquele órgão que tem o seu software feito sob medida, gastou dinheiro do orçamento. Qual é o incentivo que ele tem para compartilhar? A princípio nenhum, será só mais custo", destacou o presidente da Brasscom.

A proposta, que também poderia ser explorada por empresas públicas, já foi apresentada à Secretaria de Tecnologia da Informação (STI) do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão.

Fonte: Convergência Digital

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.