Amazon contrata lobista que é irmão de conselheiro próximo a Joe Biden

Amazon contrata lobista que é irmão de conselheiro próximo a Joe Biden

Por Rui Maciel | 28 de Dezembro de 2020 às 16h30
Pascal Rossignol/ Reuters

Se as empresas de Tecnologia e Joe Biden acham que terão algum tipo de folga por parte da imprensa nesse início de ano, é melhor esquecerem. Isso porque a imprensa norte-americana noticiou que a Amazon contratou na última semana o irmão de um dos assessores mais próximos do presidente recém-eleito para ser o seu lobista.

Segundo o site do canal CNBC, a gigante do e-commerce contratou os serviços de Jeff Ricchetti, irmão do conselheiro de Biden na Casa Branca, Steve Ricchetti. Um relatório da própria Amazon mostra que Ricchetti se inscreveu para fazer lobby pela Amazon a partir do dia 13 de novembro, apenas uma semana depois que as projeções apontavam que Biden derrotaria o atual presidente, Donald Trump.

A Amazon lista os negócios de responsabilidade limitada em seu site como parte de seu grupo de empresas.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Separação de interesses

Os advogados de ética consultados pela CNBC afirmaram que o conselheiro Steve Ricchetti, que foi lobista há mais dez anos, pode ter que se abster de assuntos que poderiam impactar os clientes de seu irmão. Uma pessoa familiarizada com o relacionamento de ambos disse que eles mantêm suas vidas profissionais inteiramente separadas e que Jeff Ricchetti nunca pressionaria Steve Ricchetti.

“Jeff nunca fez e nunca fará lobby com seu irmão em nome de qualquer um de seus clientes, e Steve não teve nenhum papel nos negócios de seu irmão desde que vendeu sua participação na empresa em 2012”, disse a fonte à CNBC. “Steve e Jeff mantêm suas atividades profissionais distintas.”

O relatório de divulgação da Amazon mostra que Jeff Ricchetti estará fazendo lobby pela empresa em questões relativas à pandemia de coronavírus e a implementação da CARES act - um conjunto de leis que fornece assistência econômica rápida e direta para trabalhadores e famílias americanos, pequenas empresas e preserva empregos para as indústrias do país.

Além disso, a Amazon parece estar à beira de expandir seus negócios de saúde, conhecidos como Amazon Care. Nesse cenário, Jeff Ricchetti também se inscreveu para fazer lobby pela Evofem Biosciences - uma empresa biofarmacêutica especializada em inovação - no último dia 15 de novembro, dias depois de oficialmente começar a trabalhar para a Amazon. Ele se concentrará nas “políticas federais de saúde relativas à cobertura de serviços anticoncepcionais”, para a Evofem, de acordo com um relatório da indústria de lobby - que é regulamentada nos EUA.

De olho na gestão Biden

Ainda que garanta não haver conflito de interesses, a contratação de Jeff Ricchetti é, para a Amazon, o mais recente movimento para começar a se preparar silenciosamente para a administração de Biden, cuja posse ocorre no dia 20 de janeiro do ano que vem.

Reportagem da Reuters relatou que dois funcionários da empresa de comércio eletrônico estão trabalhando na equipe de revisão e transição de Biden. Os executivos da Amazon estariam, supostamente, encaixando aliados para funções-chave dentro da administração Biden.

Ainda assim posições anteriores de Biden em relação a Amazon sugerem que a empresa não terá vida fácil na administração do democrata. Em declarações recentes, ele apelou para que a empresa comece a pagar seus impostos:

 
“Eu não acho que nenhuma empresa, eu não dou a mínima para o quão grande eles são, que seja o Senhor Todo-Poderoso, deveria absolutamente estar em uma posição onde eles não paguem impostos e ganhem bilhões e bilhões e bilhões de dólares por ano", declarou Joe Biden sobre a Amazon durante uma entrevista ao Squawk Box (canal de Negócios da própria CNBC) em maio.

Além disso, durante a administração Trump, a Amazon contratou pessoas próximas ao presidente para o trabalho de lobby. Um desses lobistas foi Jeff Miller, um levantador de fundos de longa data para a campanha do presidente republicano.

Amazon e Jeff Ricchetti não responderam aos pedidos de comentários da CNBC.

Fonte: CNBC  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.