Votação do Marco Civil da Internet é adiada novamente

Por Redação | 12 de Março de 2014 às 15h14

A votação sobre o Marco Civil da Internet na Câmara dos Deputados acaba de ser mais uma vez adiada. A intenção é impedir que a votação seja contaminada pela tensão na base aliada, algo apontado ontem pelo próprio relator do projeto, o deputado Alessandro Molon (PT-RJ).

Ontem (12), o PMDB afirmou que votaria contra o projeto de lei que cria o marco regulatório da internet. "Nós queremos votar amanhã [quarta-feira] e vamos votar para derrotar", disse o deputado Eduardo Cunha (RJ).

Ainda ontem, o ex-ministro da Cultura, Gilberto Gil, assinou uma petição para que o Marco Civil da Internet passe por votação na Câmara dos Deputados de maneira integral, o que incluiria os princípios de neutralidade da rede.

A instabilidade na Câmara se mistura à defesa de interesse das teles, o que poderia afetar a votação. Eduardo Cunha defende que o impedimento de comercialização de pacotes discriminatórios conforme o conteúdo é capaz de encarecer a internet de uma maneira geral, enquanto os favoráveis à aprovação do projeto acreditam que ele deve impedir que o acesso completo à informação seja dado apenas aos que podem pagar mais por ela.

Leia também: Marco Civil da Internet: neutralidade de rede está em risco por causa das teles

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.