Google I/O | Sistema de desenvolvimento simultâneo de apps ganha nova versão

Por Felipe Demartini | 09 de Maio de 2018 às 09h57
Tudo sobre

Google

A Google I/O, conferência da gigante voltada para sua comunidade de desenvolvimento, tem o sistema operacional Android como principal foco. Entretanto, o evento deste ano também foi palco do lançamento da terceira versão Beta do Flutter, solidificando ainda mais o compromisso da empresa com uma produção ágil e combinada de soluções tanto para sua própria plataforma quanto para o iOS.

O Flutter Beta 3 foi liberado na segunda-feira (7) e se tornou um dos assuntos do primeiro dia de Google I/O. O evento começou nesta terça (8) em Mountain View, na Califórnia, tendo o desempenho e velocidade de desenvolvimento como um de seus destaques. É justamente aí que entra o SDK lançado no começo do ano e que, mesmo ainda em estágio preliminar, vem ganhando mais funcionalidades a cada lançamento.

Na edição lançada nesta semana, o centro das atenções continua sendo o design, com a ideia de entregar soluções semelhantes em ambas as plataformas. A terceira Beta do Flutter, porém, foca nos widgets, permitindo que eles sejam melhor customizados pelos desenvolvedores em termos de botões, sliders, barras e outros componentes, além do suporte a GIFs animados.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A Google também deu atenção especial a dois outros aspectos. O primeiro é a acessibilidade, com o Flutter recebendo novas opções voltadas para quem possui deficiência visual. Agora, é possível adicionar opções para mudança de contraste, tamanhos das fontes e contar com um suporte melhorado aos leitores de tela, com integração ainda maior às soluções desse tipo nativas dos smartphones.

Outro olhar apurado foi dado às soluções de publicidade, com os desenvolvedores do Flutter agora podendo monetizar suas aplicações por meio do sistema AdMob, da própria Google. Mais tipos de anúncios também passaram a ser suportados pela aplicação, incluindo vídeos com reprodução automática ou banners que ocupam parte da tela e aparecem periodicamente, de acordo com as ações do usuário.

Por fim, a Google anunciou que o trabalho de integração da linguagem de programação Dart 2 já foi finalizado, enquanto o Flutter ganhou novos recursos de renderização de gráficos bidimensionais, uma parceria da gigante com a 2Dimensions que deve agradar bastante aos desenvolvedores de jogos. A Infragistics, que também fornece ferramentas de produção de apps, é outra que anunciou o embarque com a companhia de Mountain View.

Falando em parcerias, grandes nomes também foram citados na outra ponta. A gigante chinesa do e-commerce, Alibaba, anunciou que vai passar a usar o Flutter para desenvolvimento de sua aplicação para pesquisa de produtos de design e moda, enquanto o Groupon, conhecido da turma que curte um desconto, também está redesenhando seu software mobile para marcas com a ajuda do SDK da Google.

O Flutter pode ser baixado de graça em um site dedicado. Assim como a ideia é o desenvolvimento rápido de aplicativos, a Google também promete liberar mais e mais versões do sistema, adicionando recursos e melhorando seu funcionamento para garantir a melhor experiência para os profissionais da área.

Fonte: Google Developers Blog

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.