Produtividade é a maior preocupação das empresas ao adotarem o home office

Por Redação | 28 de Outubro de 2015 às 08h26

Em diversos segmentos do mercado de trabalho não há a necessidade do funcionário “bater cartão” de segunda a sexta das 8h às 18h, e um número cada vez maior de empresas tem adotado o sistema de trabalho home office, no qual o empregado trabalha em casa, com horários flexíveis e maior liberdade. Esse formato proporciona um maior equilíbrio entre a vida pessoal e profissional do trabalhador, trazendo mais qualidade de vida, mas ainda encontra resistência por parte dos empregadores, que se preocupam com questões referentes à produtividade, segurança, motivação e feedback.

Sim, exatamente nessa ordem: as empresas estão mais preocupadas com o controle de produtividade do trabalhador que está em casa do que com questões de segurança. Foi o que revelou uma pesquisa elaborada pela Total IP, que oferece soluções de telecom para contact centers, em parceria com a Associação Brasileira das Relações Empresa Cliente, a Abrarec.

"Para mim, ‘segurança’ seria a opção vencedora. O fato dos funcionários acessarem de casa os sistemas internos da corporação e suas conexões via Internet poderia trazer uma sensação de risco para os gestores”, conta com surpresa a diretora comercial da Total IP, Ariane Abreu.

Para elaborar a pesquisa, as empresas disponibilizaram uma enquete em seu site com o tema “Qual o maior receio da sua empresa em adotar o home office?”, contando com a participação de 331 contratantes. A preocupação com produtividade ficou em primeiro lugar com 51,5% das respostas, seguida pelas questões de segurança (33,5%), feedback (7,9%) e, em último lugar, motivação (7,6%).

Esses resultados mostram que a cultura que diz que o funcionário deva sempre ser acompanhado pelo seu superior responsável ainda é predominante no mercado de trabalho brasileiro. “Qualquer cenário contrário traz um sentimento de desconforto, além de temer outras distrações em casa como TV e familiares", opina a diretora. “O acompanhamento dos resultados pode ser remoto ou presencial, esse último podendo ser executado no máximo uma vez por semana", ressalta.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.