Oito insights e tendências sobre SEO

Por Colaborador externo

Por Gustavo Bacchin*

Todos que trabalham com ela ou se interessam por SEO (Search Engine Optimization) já devem ter compreendido que essa disciplina, mais do que qualquer outra do marketing digital, vive em constante mudança. E a velocidade com que essa evolução tem acontecido aumenta a cada ano. A intenção é entregar além de uma lista de possíveis resultados, uma única e certeira resposta ao usuário. E, nessa tarefa, o Google é incansável.

No Brasil, o Google é utilizado por mais de 94% dos internautas. Por isso, estar bem posicionado na principal ferramenta de busca é essencial para os negócios. Listo oito insights e tendências sobre SEO que podem ajudar o seu negócio a ter mais visibilidade em ferramentas de busca. Veja abaixo:

A busca é Mobile

A busca via Mobile já ultrapassou a feita no Desktop. Muitos websites já computam mais visitas originadas de Mobile do que Desktop – e faturamento. É um caminho sem volta. Portanto, se sua empresa ainda não tem uma presença digital Mobile, está perdendo acessos e, consequentemente, negócios. Para começar o planejamento de SEO para Mobile, é preciso mapear o cenário de visibilidade atual. Para quem ainda não monitora o posicionamento/rankings das palavras-chave nos resultados orgânicos em dispositivos móveis, é hora de começar.

Para muitos negócios, aplicativos são os novos websites

O Google indexa aplicativos desde 2013. Porém, foi em novembro de 2015 que, pela primeira vez, passou a fazer stream do conteúdo de alguns aplicativos, ainda em teste somente no sistema Android, direto nos resultados de busca. Isso demonstra a preocupação do Google em incluir aplicativos (e seus conteúdos) na já extensa gama de conteúdos (vídeos, imagens, notícias, mapas, etc.) oferecida em resultados de busca. Mais um sinal evidente do investimento e do foco em Mobile.

Inteligência Artificial está mudando o Google para sempre

O Google tem avançado muito nos campos de Inteligência Artificial, Machine Learning e Natural Language. Hoje, essas tecnologias já são utilizadas na Pesquisa, substituindo (ou complementando) gradativamente o uso de algoritmos – fórmulas criadas por seres humanos, mais rígidas e, até certo ponto, mais limitadas. Isso permite ao Google aperfeiçoar a Busca rapidamente, ganhar escala e, de certa maneira, evoluir em áreas que, sem o uso dessas tecnologias, ficariam estagnadas. Trazendo isso para o marketing de Busca, mais especificamente SEO, é possível observar uma abrangência cada vez maior de possibilidades para o uso da ferramenta. Considere que essas tecnologias aumentam a capacidade do Google para trazer resultados de buscas por palavras-chave que antes não seriam possíveis com a mesma qualidade.

Websites via HTTPS se tornarão padrão

Ao término de 2015 o Google voltou a reforçar que uma web segura precisa ser prioridade, e que, em virtude disso, websites utilizando o protocolo HTTPS continuariam tendo uma melhor visibilidade nos resultados. Se seu site ainda não migrou para HTTPS, é preciso colocar isso no seu roadmap. Uma dica importante: ao migrar para HTTPS, não se esqueça de fazer o redirecionamento das páginas em HTTP de forma permanente (redirect 301).

Conteúdo continua sendo o centro da sua estratégia em SEO

A frase “Conteúdo de qualidade é a chave para o sucesso em SEO”. é uma máxima já utilizada à exaustão pelos especialistas em SEO, e pelo próprio Google. Porém, sempre questionamos o seguinte: o que é qualidade para você? Ou, mais importante ainda: o que é qualidade para o seu cliente? Essa sim é a questão que deve guiar o planejamento do seu conteúdo. Identificar e mapear o que seu cliente gosta, curte e compartilha, além de prestar um serviço, informe ou divirta.

Reputação e Autoridade do seu website vão muito além de Links Externos

No início, o Google dependia muito de links externos para definir a Reputação dos websites, mas fica evidente que essa dependência vem diminuindo ao longo dos anos, dando importância para outros fatores e sinais – ainda assim é importante deixar claro que não imagino, no curto-médio prazo, que links externos deixarão de ser extremamente importantes. Isso é uma ótima notícia. Links são fáceis de serem manipulados e criados artificialmente. E, mesmo que o Google tenha melhorado o processo de identificação de links artificiais, ainda recorrem muito spam nos resultados de pesquisa pelo abuso de links. Acreditamos que o uso de outros sinais torna o processo de avaliação da Reputação mais equilibrado e, consequentemente, melhor.

Davi versus Golias: como marcas pequenas podem competir com as grandes marcas em SEO

Uma marca grande, com presença no mercado, é garantia de bons resultados em SEO? Definitivamente não. Mas se você está iniciando agora um negócio, lançando seu website e construindo sua imagem, é importante saber: as marcas e websites já estabelecidos têm algumas vantagens que você precisa considerar quando pensa em SEO. O primeiro ponto é que websites de grandes marcas, por uma questão de tempo e histórico, provavelmente já possuem uma boa Reputação e Autoridade – e, muito provavelmente, visibilidade nos resultados orgânicos. Lançando uma marca e website hoje, está partindo do zero. A melhor sugestão é escolher um nicho, um mercado ainda pouco explorado e se especializar, produzindo conteúdo de altíssima qualidade, focado nesse público.

SEO precisa estar integrado ao planejamento

Não subestime o trabalho de SEO achando que ele somente otimiza o seu website. SEO envolve diversas áreas e disciplinas, e depende de Tecnologia e Conteúdo para acontecer e existir. E se não for pensado desde o início de forma integrada ao planejamento de comunicação da marca, muito provavelmente não vai gerar os resultados esperados. SEO pede tempo. Por isso, deixá-lo para um segundo momento vai apenas gerar retrabalho e, consequentemente, mais custos.

Para saber mais, você pode baixar gratuitamente o e-book SEO Insights & Trends 2016 clicando aqui.

*Gustavo Bacchin é COO da agência Cadastra e um dos poucos especialistas em SEO do mundo convidados a participar do “Search Engine Ranking Factors” da Moz.com, que é considerada a mais importante pesquisa independente sobre fatores de posicionamento no Google.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.