Investidor da Uber abre processo contra membros da diretoria da empresa

Por Redação | 25 de Agosto de 2017 às 14h55

Enquanto, do lado de fora, a Uber experimenta números em crescimento e um aumento no faturamento, dentro de casa a situação está cada vez mais crítica. Em uma atitude que deve piorar os ânimos entre a diretoria do serviço, um de seus investidores iniciais, Shervin Pishevar, abriu um processo contra a Benchmark Capital, firma de investimentos que também tem membros no quadro de dirigentes da Uber.

As acusações são as mesmas feitas em meados de agosto, em uma carta vazada à imprensa. Pishevar afirma que a Benchmark está tentando assumir controle da Uber à força, minando candidatos a CEO que seriam do interesse da empresa em prol de suas próprias indicações, enquanto tenta dissuadir outros membros da mesa a votarem de forma uniforme.

Nos documentos submetidos à corte nesta quinta-feira (24), também está uma carta, agora aberta, enviada pelo investidor ao quadro de diretores da Uber. No texto, ele aponta uma intriga pessoal entre a Benchmark e o ex-CEO e fundador da empresa, Travis Kalanick, que estaria levando a firma de investimentos a tentar manobrar outros integrantes da mesa para que escolham de acordo com interesses próprios - que iriam, inclusive, contra os da própria companhia.

Ele fala, por exemplo, sobre uma tentativa de retirar Ariana Huffington, outra aliada de Kalanick, da diretoria, bem como de um processo movido pela Benchmark contra o ex-CEO. Na ação, o fundador da Uber é acusado de fraude na criação de três novos assentos na diretoria, o que é visto pelos reclamantes como uma forma de usurpar o poder e criar mais postos favoráveis a si - uma alegação que, se aceita, também levaria à remoção do próprio Kalanick do quadro controlador. Pishevar pede à corte que arquive todo o caso, ou então, para que seja ouvido, como forma de intervir de forma favorável à companhia.

Meg Whitman, da HP, já negou seu interesse em assumir a Uber, mas investidores estariam insistindo.

E em uma virada que poderia ser digna de um filme, a candidata preferida da Benchmark para o posto de CEO da Uber seria ninguém menos do que Meg Whitman. A atual presidente da HP já negou, diversas vezes, seu interesse em assumir o cargo na empresa de transportes, mas Pishevar afirma que os próprios boatos de que ela estaria entre as cotadas para o posto foram plantados pela Benchmark.

Além disso, ele acusa a firma de investimentos de estar tentando negociar a entrada de um novo CEO “por fora”, sem a anuência e participação de outros membros da diretoria, a não ser aqueles que estão do seu lado. A carta é assinada pelo próprio Pishevar, enquanto a moção na justiça americana é movida por ele e Stephen Russell, outro investidor dos primeiros dias da Uber.

Em busca de uma solução pacífica para toda a disputa, Pishevar já teria se oferecido para comprar a parcela da Benchmark na Uber, ofertando, inclusive, um valor acima do mercado. A firma de investimentos, entretanto, não estaria disposta a ceder, primeiro, por conta do crescimento vertiginoso atual - e esperado para o futuro -  da empresa. E, segundo, aparentemente, por suas próprias iniciativas pessoais quanto aos caminhos do serviço.

Não dá para saber ao certo se o pedido de Pishevar será aceito pela justiça, já que, agora, ele depende da avaliação das autoridades. Enquanto isso, a busca por um novo CEO continua, e para a Uber, cumprir a data limite do dia 4 de setembro, imposta pela própria, parece cada vez mais improvável na medida em que os atritos internos parecem crescer cada vez mais.

De acordo com informações não confirmadas oficialmente, a Uber realiza, nesta sexta-feira (25), uma reunião da diretoria onde os dois mais cotados para assumirem o cargo de presidente da empresa apresentarão suas visões para a companhia. Um deles seria Jeff Immelt, que faz parte da diretoria da GE, enquanto a identidade do outro varia de acordo com os rumores, variando entre executivos dos quadros do Facebook, Disney, Ford e Amazon.

Fonte: Forbes

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.